Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK

A Avaaz revelou um escândalo...

Ao YouTube, bem como para todas as outras plataformas de redes sociais e legisladores de todo o mundo:

Exigimos que as plataformas de redes sociais desintoxiquem o algoritmo acabando com a amplificação e monetização da desinformação e do discurso de ódio. Apelamos para que os legisladores tornem isso ser uma obrigação legal. Demandamos que as plataformas trabalhem com especialistas independentes para rastrear e diminuir a quantidade de criadores de desinformação repetitiva e deliberada. As redes sociais podem tanto representar um bem quanto uma ameaça ao público e nosso futuro depende de qual opção vocês vão escolher.

Preencha o seu email:
Por favor acione o Javascript para uma performance melhor desta página
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Assinaturas recentes

A Avaaz revelou um enorme escândalo: enquanto o nosso mundo está pegando fogo, o YouTube está espalhando vídeos que negam as mudanças climáticas para milhões de pessoas!

E o pior de tudo: eles ainda estão lucrando com isso..

Acabamos de lançar nosso relatório e o YouTube está sentindo a pressão da imprensa. Mas sabemos que esses gigantes da tecnologia não irão tomar nenhuma medida urgente a menos que a reputação de sua marca esteja ameaçada e que seus anunciantes reclamem.

E é justamente aí que entramos!

Vamos inundar o YouTube e seus principais anunciantes com as conclusões de nosso relatório e levar nosso apelo a CADA UMA das grandes plataformas de redes sociais, seus trabalhadores e para legisladores. Depois, vamos aumentar a pressão até que parem de divulgar mentiras para milhões de pessoas!

----------------------------
Sabemos que muitos empregados do Google e do YouTube se importam bastante com a luta contra a desinformação - e honramos seus esforços e empenho para fazer a coisa certa e resolver este problema. Mas, como mostra nosso relatório, não é o suficiente e precisamos de grandes alterações nas políticas destas plataformas que venham do topo -- para que então os funcionários estejam empoderados para criar soluções eficazes para desintoxicar o mecanismo de recomendação do YouTube. O futuro da humanidade é precioso demais para ficar à mercê de um algoritmo imprudente.

Você poder ler o relatório completo da Avaaz (em inglês) que mostra como o YouTube está conduzindo milhões de pessoas a videos com desinformação sobre as mudanças climáticas clicando
aqui.

----------------------------
Atualizado em 7 de fevereiro de 2020: o texto da petição foi editado para tirar o pedido de “exclusão da plataforma” dos criadores de desinformação deliberada e repetitiva. Em uma pesquisa, mais de 97% dos assinantes entrevistados disseram que ainda apoiam a petição com os ajustes e, dessa forma, o número de assinantes está sendo atualizado.
Postado: 5 Fevereiro 2020

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: