Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK

Salve o Ártico, detenha a Shell!

Para Ed Murray e políticos eleitos em Seattle:

Como cidadãos globais preocupados com as mudanças climáticas, apelamos ao senhor para impedir que a Shell use o Porto de Seattle a caminho da obra catastrófica de perfuração no Ártico. Trata-se de um momento decisivo que vai determinar a nossa capacidade de evitar o descontrolado aquecimento global. Apoiamos o senhor na decisão de garantir nossos futuros, fazendo tudo o que sua autoridade democrática permite para prevenir que a Shell burle a lei e atraque no porto de Seattle, ou impedir concessões e autorizações para o mesmo fim.

Preencha o seu email:
Por favor acione o Javascript para uma performance melhor desta página
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Assinaturas recentes

Os Estados Unidos acabaram de conceder à Shell o direito de perfurar o Ártico em busca de petróleo, colocando nosso clima e a vida marinha em grave risco. Mas ainda há como impedir isso!

Antes da Shell chegar ao Ártico, seu navio monstruoso precisa aportar em Seattle. E um homem pode ajudar a frear a Shell em sua corrida para destruir o Ártico: o prefeito de Seattle, Ed Murray, favorável à defesa do meio ambiente. Ele já disse que a petroleira não têm permissão para reparar equipamentos em Seattle, mas ela basicamente disse que está a caminho, quer a cidade goste ou não.

Agora cabe ao prefeito decidir se baixa a guarda ou vai com tudo em defesa do Ártico. Sabemos que ele está do nosso lado, mas é preciso muita coragem para enfrentar uma das empresas mais poderosas da história. Vamos mostrar ao prefeito que o mundo inteiro está do lado dele e da população de Seattle para fazer o que for preciso para dizer: Petróleo no Ártico? Nem a pau! Assine agora.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: