Pare a matança de elefantes dos Trump

Ao presidente Trump, ao Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA, e às autoridades de conservação em todo mundo :

Os elefantes estão sofrendo sério risco de extinção e agora não é o momento de eliminar medidas que os protegem. A busca por "troféus de caça" leva à matança de elefantes e aumenta a demanda por pedaços de seus corpos, criando assim um cenário de dois pesos duas medidas e dificulta a resolução do problema da caça ilegal. Pedimos que façam tudo ao seu alcance para reverter essa decisão dos EUA que permite a importação de troféus de elefantes, antes que seja tarde demais.
Por favor acione o Javascript para uma performance melhor desta página
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e manter você informado sobre esta e outras campanhas semelhantes.

Ao presidente Trump, ao Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA, e às autoridades de conservação em todo mundo :
"Os elefantes estão sofrendo sério risco de extinção e agora não é o momento de eliminar medidas que os protegem. A busca por "troféus de caça" leva à matança de elefantes e aumenta a demanda por pedaços de seus corpos, criando assim um cenário de dois pesos duas medidas e dificulta a resolução do problema da caça ilegal. Pedimos que façam tudo ao seu alcance para reverter essa decisão dos EUA que permite a importação de troféus de elefantes, antes que seja tarde demais. "
Mais informações:

Trump acabou de dar um presente de revirar o estômago ao seu filho: ele mudou a lei para que caçadores americanos sedentos por sangue de elefante possam trazer suas cabeças de volta aos EUA como "troféus".

Trump Jr., filho do presidente Trump, já matou e mutilou um elefante -- agora, mesmo diante da alarmante ameaça de extinção devido à caça ilegal, papai Trump mudou a lei para que qualquer um se junte à matança e traga de volta para os EUA as partes dos elefantes que caçarem na África.

Vamos fazer um enorme apelo global para envergonhar os EUA e fazê-los desistir desse plano nojento. Quando tivermos assinaturas suficientes, a Avaaz vai se unir a países africanos para a entrega das assinaturas durante um importante encontro de proteção da vida selvagem que acontecerá daqui a alguns dias.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: