By continuing you accept Avaaz's Privacy Policy which explains how your data can be used and how it is secured.
Got it
We use cookies to analyse how visitors use this website and to help us provide you the best possible experience. View our Cookie Policy.
OK
ROCK SÃO PAULO! @ THE BARBICAN

ROCK SÃO PAULO! @ THE BARBICAN

510 have signed. Let's get to  10,000
510 Supporters

Close

Complete your signature

,
By continuing you agree to receive Avaaz emails. Our Privacy Policy will protect your data and explains how it can be used. You can unsubscribe at any time.
This petition has been created by Antonio Celso B. and may not represent the views of the Avaaz community.
Antonio Celso B.
started this petition to
The Barbican, to the attention of Lynette Brooks, Head of Development ([email protected])
ROCK SÃO PAULO! @ THE BARBICAN

The capital of São Paulo state is a megacity also called São Paulo. For a long time this city has been the focal point for all Brazilians looking for a better life.

Growing fast and without proper planning, to the point that it fused with all the small cities around it, São Paulo become a monster!

All the tax revenues paid by the major car factories and big companies made São Paulo very rich until other Brazilian states started to give them tax incentives and they moved out in droves.

To make matters worse São Paulo is part of a gamed political system where politicians for many years are elected as Mayer only to use this position as a springboard to higher political positions (in Government, Senate or even the Presidency), doing nothing and emptying the city resources in the process.

São Paulo city, once beautiful is now left to its own devices with no care at all. The old center with its old architecture like the Viaduct of Chá, Municipal Theatre, Old Light building, Post Office Building, Copan Building, Square of Sé, Square of República, etc. are all in need of attention. The city became a big canvas for visual polluting graphite and at night the city center turns into an enormous open dormitory for many thousands of homeless people sharing the streets with the same number of crack addicts. Crack addiction in São Paulo is out of control. So, São Paulo is agonized and suffering a slow death.

Musically, São Paulo has a very powerful underground scene. For artists and musicians the whole situation is a nightmare and a source of great disappointment. The situation is even harder when compared with the unfair competition from Rio de Janeiro. Since most of the head offices from the major Brazilian TV Stations and also International Record Companies are in Rio, artists and acts from São Paulo are generally neglected. As a result, the importance of São Paulo as a South American art export is unknown or marginalized. The Rock in Rio franchise, as big as they are, are no more than a touristic gimmick supported by multinational media corporations and do not reflect the reality on the ground.

So, considering the above, I propose an international event on the capital of rock, London, to be realized at the prestigious The Barbican called ROCK SÃO PAULO! . The idea of this event is to help put some light on the problems São Paulo City is facing and also highlight this artistic anachronism whilst giving an opportunity to the artists of São Paulo to be recognized and to enjoy some proper respect.

ROCK SÃO PAULO!

FIRST GROUP (seminal rock bands with more than 30 years on the road)
• Patrulha do Espaço
• Tutty Frutty
• Made in Brazil
• Mutantes

SECOND GROUP (rock bands with more than 10 years on the road)
• Carro Bomba
• Baranga
• Tomada
• Pedra

THIRD GROUP (new rock bands)
• As Radioativas (girl band)
• Porcas Borboletas (pop)
• Humanish (pop)

HEAVY METAL
• Panndora (girl band)
• Shadowside (female vocalist)
• Viper

EXTREME ROCK
• Verdade Soturna
• Korzus
• Sepultura
• Vulcano

PUNK (Seminal punk bands)
• Mercenárias
• Inocentes
• Olho Seco
• Ratos de Porão

ESPECIAL GUESTS
• Jão Galego (excellent project rock & blues made by old musicians)
• Lanny Gordin (jazz project from the legendary guitarist responsible for most of the guitars on all Tropicalist albums, from Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, etc.)
Note: In parallel, we would have a photographic exposition about São Paulo plus a mini Bienal of arts and a CD and merchandize sale.

Thank you,

Antonio Celso Barbieri
[email protected]
www.celsobarbieri.co.uk


Tradução do texto acima entregue para o The Barbican em Londres (The Barbican um poderoso centro promotor de artes localizado no coração de Londres):

"A capital do Estado de São Paulo é uma gigantesca cidade também chamada São Paulo. Por um tempão esta cidade foi o centro focal para todos os brasileiros que buscavam por uma vida melhor.
Crescendo rápido e sem nenhum planejamento ao ponto de fundir-se com as pequenas cidades ao seu redor, São Paulo tornou-se em um monstro!

Todas as taxas pagas pelas maiores fabricas de peças para carros e grandes empresas fez São Paulo rica até que outros estados brasileiros começaram oferecer para estas empresas incentivos fiscais. Elas abandonaram São Paulo aos montes.

Para fazer as coisas mais difíceis, São Paulo é parte de um jogo político onde por muitos anos o cargo de Prefeito é usado como alavanca para alcançar cargos políticos mais elevados (Governador, Senador e até Presidente), onde os Prefeitos quando eleitos, não fazem nada pela cidade e deixam sempre a Prefeitura com os cofres vazios.

São Paulo, que era uma cidade moderna e bonita, foi abandonada à sua própria sorte e, à anos, não tem recebido nenhuma atenção dos responsáveis por governa-la. O Centro Antigo, com sua bela arquitetura onde destacamos o Viaduto do Chá, o Teatro Municipal, O velho prédio da Light, do Mappin, do Correio, Edifício Copam, Praça da Sé, Praça da República, etc. estão precisando de atenção. A cidade transformou-se numa enorme tela para a poluição visual praticada pelos grafiteiros de plantão enquanto o centro da cidade transformou-se num enorme dormitório à céu aberto onde milhares e milhares de mendigos dividem espaço com milhares e milhares de viciados em crack. Em São Paulo a epidemia do crack está fora de controle. Então, posso concluir que a cidade de São Paulo está agonizante e sofrendo uma morte lenta.

Musicalmente, São Paulo possui uma poderosa cena independente e, para seus artistas e músicos, esta situação é um pesadelo e grande motivo de tristeza. O problema fica maior, quando comparado com a injusta competição com o Rio de Janeiro. Uma vez que, os escritórios centrais das principais emissoras de TV e Gravadoras Internacionais estão sediados no Rio de Janeiro, naturalmente os artistas e músicos de São Paulo são ignorados. Como resultado, a importância de São Paulo como centro Sul Americano exportador de arte é desconhecido ou sempre minimizado. O evento Rock in Rio, por maior que seja, não passa de uma jogada turística, suportada pelas empresas multinacionais tanto da indústria fonográfica como de media e, não refletem o que estão acontecendo na realidade.

Então, considerando a acima exposto, proponho em Londres, a capital do rock, um evento internacional chamado ROCK SÃO PAULO!, evento este, à ser realizado no prestigioso The Barbican. A ideia deste evento é ajudar à por alguma luz nos problemas de São Paulo e, também na situação porque passa o músico paulista, ajudando-o à ser reconhecido e dando-lhe um pouco mais de respeito.

Em paralelo aos shows das várias bandas acima especificadas, teríamos também uma exposição fotográfica sobre a cidade São Paulo mais, uma pequena Bienal de arte paulista e um estande para vendas de CDs e "merchandize" de todas as bandas participantes do evento.

Desde já, para todas as bandas centenas e centenas de bandas que ficaram fora deste evento, desculpo-me com grande pesar no coração. No entanto, mesmo assim, solicito-lhes que, encarecidamente, assinem esta petição e a passem para o maior número possível de pessoas. Além de você estar ajudando a cidade de São Paulo, você estará ajudando um grande número de bandas e artistas assim como, também abrindo um precedente ao ajudar à abrir uma linha de contato com este espaço para shows muito importante. Quem sabe, se sua banda ou projeto musical não estará fazendo parte do próximo evento?

Muito Obrigado,

Antonio Celso Barbieri
[email protected]
www.celsobarbieri.co.uk