Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK

Um divisor de águas para a proteção da Amazônia

Aos presidentes da Colômbia, Venezuela e Brasil:

Como cidadãos globais, estamos profundamente preocupados com as mudanças climáticas e a rápida devastação da Amazônia. Pedimos que V. Exas trabalhem juntos com as comunidades indígenas para criar a maior reserva ambiental do mundo, protegendo 135 milhões de hectares da Amazônia. Este pode ser o maior legado de seus governos e a mais importante semente a ser plantada para a próxima Cúpula do Clima da ONU em dezembro de 2015, em Paris.

Já participa da Avaaz? Digite seu email e clique "Enviar":
Primeira vez? Por favor preencha o formulário:
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Um projeto ambicioso está surgindo: a criação da maior reserva ambiental do mundo, protegendo 135 milhões de hectares de floresta amazônica. Isso é duas vezes o tamanho da França! Mas nada sairá do papel a menos que os presidentes do Brasil, Colômbia e Venezuela saibam que essa é a vontade das pessoas. É aí que entramos.

A Colômbia acabou de confirmar que está dentro. E, se colocarmos pressão para salvar a Amazônia, combinando com pesquisas de opinião nos três países, poderemos dar ao presidente colombiano o apoio que ele precisa para convencer o Brasil e a Venezuela. Os três presidentes estão em busca de uma oportunidade para brilhar na próxima Cúpula do Clima da ONU. Essa é a chance que podemos dar a eles.

A Amazônia é vital para a vida na Terra. 10% das espécies conhecidas vivem nessa floresta deslumbrante e suas árvores armazenam bilhões de toneladas da poluição de carbono que seria lançada na atmosfera se a floresta não existisse. Especialistas dizem que a reserva seria um divisor de águas contra o crescente desmatamento. Assine a petição agora: quando 1 milhão de nós assinarmos, líderes indígenas entregarão a petição e os resultados das pesquisas diretamente para os três presidentes.