Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
CPI: Queremos saber para onde está indo o DINHEIRO destinado a SAÚDE nos Municípios.

CPI: Queremos saber para onde está indo o DINHEIRO destinado a SAÚDE nos Municípios.

3,144 assinaram. Vamos chegar a   5,000
3,144 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Cláudia Almeida, Samuel Camêlo, Comissão e Apoiadores . e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Cláudia Almeida, Samuel Camêlo, Comissão e Apoiadores .
começou essa petição para
Cada cidadão/ã, que se sente prejudicado com a precariedade da Saúde Pública em sua cidade
Os desvios dos recursos destinados à Saúde nas cidades, afetam principalmente a população mais pobres. Além dos profissionais da saúde, entre eles, os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, que recebem os salários mais baixos do país dentro do seguimento saúde.

Segundo matéria divulgada pelo Estadão (25/12/2016) dados do Ministério da Transparência apontaram que 729 cidades sofreram com desvios de verbas federais, provando um prejuízo estimado de R$ 4 bilhões.  Sabemos que esses desvios afetam a grande maioria das 5.570 cidades do país, contudo, não se tem o número exato. 

Estima-se que no Brasil exista pouco mais de 333.000 agentes comunitários e de combate às endemias cadastrados no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde). Embora exista uma legislação robusta para garantir os direitos desses trabalhadores, certa de 222.000 não possuem direitos fundamentais garantidos. Mesmo com o envio de recursos federais para todos os 5.570 municípios, além de Estados e Distrito Federal. Além da situação dos demais profissionais da saúde.

Em outra matéria, dessa vez do Portal G1 (30/07/2018), levantamento da Polícia Federal, realizada no anos passado, apontou desvios de mais de R$ 48 bilhões em 4 anos no país com corrupção, conforme a matéria. 

Segundo o levantamento, as quantias apuradas aumentaram ano a ano. Em 2016, elas chegaram a R$ 18,7 bilhões e, em 2017, R$ 29,4 bilhões. Não temos o registro de quanto foi em 2018.