Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Esta petição foi encerrada
Exigimos o cumprimento da Lei Municipal 4.890 que proíbe realização de rodeio, prova de 3 Tambores e eventos similares.

Exigimos o cumprimento da Lei Municipal 4.890 que proíbe realização de rodeio, prova de 3 Tambores e eventos similares.

Esta petição foi encerrada
1,193 assinaram. Vamos chegar a   2,000
1,193 Apoiadores

ONG Vira Lata - Volta R.
começou essa petição para
D.D. PROMOTOR DE JUSTIÇA DO MPRJ
Mais uma vez , o governo atual de Volta Redonda, representado pelo Sr. Antônio Francisco Neto, omisso em cumprir seu papel, autorizou a realização da prova “Três Tambores”, durante a XVII Festa do Peão programada para os dias 11 a 13 de abril deste ano.
A prova dos três Tambores fere frontalmente a Lei Municipal 4.890, aprovada em 2012.
A Lei 4.890 PROÍBE a realização de rodeios, touradas, vaquejadas, farras de boi ou qualquer evento com a “utilização de bovinos, equinos em que há provas ou exibição de montaria, laço perseguição, derrubada, puxada, tourada, ferimento, mutilação, constrangimento à integridade física, psicológica, submissão a estresse ou qualquer forma de subjugação dos animais, com ou sem utilização de instrumentos que lhes causem dor ou desconforto”

Tal lei, foi apresentada e votada na Câmara Municipal atendendo às expectativas de grande parcela da população do município que se mobilizou através de campanhas e abaixo assinados exigindo que seus representantes proibissem a prática desse espetáculo de horrores na cidade.

A prova dos três tambores, como qualquer outra prova de rodeio, consiste em ato de maus tratos, que causa dor, sofrimento e estresse aos animais envolvidos.

Em evento realizado, pela mesma empresa, em Junho de 2011 em Paty do Alferes um cavalo morreu em plena arena durante a realização da prova “Três Tambores”.
Veja aqui o vídeo... https://www.youtube.com/watch?v=y-j5cAVeseM

Tal prova, resumidamente, consiste em competição onde um cavalo montado pelo competidor deve passar, no menor espaço de tempo possível e sem penalidades, por três tambores dispostos em forma de triangulo e colocados a certa distância um dos outros. Trata-se, portanto, de prova de montaria onde compete ao cavaleiro instigar o animal a realizar um percurso irregular, com curvas de 360°, com o máxima velocidade possível.

Os cavalos, que não são animais de hábitos noturnos, “incentivados” por açoites e esporadas no baixo ventre, safanões de arreios e solavancos do cavaleiro, são obrigados a desenvolver velocidade em um terreno não preparado para tal, em meio ao som ensurdecedor de fogos de artifício, berros do locutor, holofotes, além de uma multidão ensandecida e alcoolizada que o cerca por todos os lados.

Exposto o quadro acima, não há como negar que o instinto do animal o levaria para longe de toda essa balburdia. Mas ao contrário disso ele é obrigado a entrar na arena e se submeter aos comandos do cavaleiro que, por certo, não consegue tal submissão com irmandade e camaradagem.

A prova “Três Tambores” É PROIBIDA em Volta Redonda pela Lei Municipal 4.890.

Portanto, assinamos e exigimos, como cidadãos votantes, contribuintes e participantes do processo civilizatório de nossa sociedade, o cumprimento da Lei Municipal 4890.

Repudiamos a realização de todo e qualquer evento que imponha os animais a situações de crueldade e maus tratos, como acontece durante a Festa do Peão de Volta Redonda.