Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Esta petição foi encerrada
Itajaí contra a venda de animais!

Itajaí contra a venda de animais!

Esta petição foi encerrada
3,482 assinaram. Vamos chegar a   5,000
3,482 Apoiadores

Tuani K.
começou essa petição para
Vereador Tonho da Grade
"Amigo não se compra, se adota" já diria um bom ser humano. Por quantos Pet Shops já passamos em Itajaí e nos deparamos com vários cães e gatos engaiolados, com uma placa o qual se destaca: VENDE-SE! Por quantos? Vários. A cada segundo a comercialização de animais cresce e o modo com o que os cidadãos tem os tratado também. Modo chulo, ridicularizando ao mesmo tempo os mesmos, pois estes estão no mesmo local lutando para ser o menor preço ou o mais "acessível" a se pagar para poder ter um lar, para poder ter um pouco de amor. Você concorda com isso? Concorda que ainda existam pessoas que paguem para receber amor, para dar amor? E até mesmo aquelas que compram para dar de presente aos seus filhos, amigos e parentes os tratando como brinquedo e/ou uma recordação? Cachorro não é brinquedo, cachorro não é enfeite! Nenhum amor do mundo pode ser comparado ao amor de um cão, mas o ser humano de tão cego com o dia-a-dia, com o trabalho, com a família, com baladas e "curtições", não consegue enxergar isto e esquecem dos seus valores. Um cão jamais pagaria para ter um dono, mas rezaria para o "dono" pagar por ele, para ao menos ele receber um terço do que ele pode dar, de amor.
Quando você está comprando um cão, você está ridicularizando não só os mesmos, como também os cães de abrigos, de doações. Ridicularizando pela a raça (pois sinceramente nunca vi ninguém comprando ou vendendo um cão vira-lata), ridicularizando pela a eficiência do cão, o tratando como se ele fosse uma máquina, ridicularizando ainda mais a sua imagem, pois quando alguém faz isso, nem amor próprio consegue ter, pois o amor é algo que tem que ser de coração, e o respeito preservado. Ao contrário de quando você adota um cãozinho ou gatinho, muitos de nós a primeira coisa que perguntamos é:"E o porte?" não que nos importe especificadamente, e sim para saber se iremos ter condições de abriga-lo, de cuida-lo e protege-lo do modo necessário, pois muitos já tem outros cães em casa. Quando você adota, você não paga por amor algum. Você não paga para dar amor, você não paga para receber amor. Você apenas adota. Você salva uma vida. Você salva a sua vida! Eu costumo dizer que nós não os adotamos, e sim, eles que nos adotam, pois são os seres mais fiéis e leais que possa existir na face da terra. Para eles não existem "raça", "cor", etnia, e sim, amor, apenas amor. Não julgamos ele pela a raça, pela a cor da sua pelagem, ou se corre muito rápido. Nós levamos primeiramente em conta, o coração e não o saldo bancário. Quando compramos um cãozinho, arrancamos mais um dia de vida de um na fila de espera da adoção.

Amigo não se compra, se conquista, se adota.

Se você é contra a comercialização de animais e gostaria de ver Itajaí em prol aos animais carentes (de rua) ao invés de dezenas de animais engaiolados com placas de "vende-se", assine está petição e juntos poderemos mudar nossa cidade.