Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA: Contra a nomeação de Roberto Allegretti para a SENAD

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA: Contra a nomeação de Roberto Allegretti para a SENAD

1,013 assinaram. Vamos chegar a   2,000
1,013 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Valeska M. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Valeska M.
começou essa petição para
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA
Petição contra a indicação do Coronel da Policia Militar de São Paulo Roberto Allegretti para o cargo de Secretário Nacional de Política de Drogas - SENAD/ Ministério da Justiça

Não aceitamos a nomeação de um Coronel da Policial Militar para Secretário Nacional de Política Sobre Drogas!

O caminho e orientação internacional da Política Sobre Drogas vem seguindo propostas de respeito aos direitos humanos e ampliação do protagonismo das ações da saúde sobre o tema,Cdesmistificando o conceito de guerra as drogas. A Sessão Especial da Assembléia Geral da ONU para discutir as principais diretrizes globais de políticas de drogas, a UNGASS 2016, aprovou em seu texto final, entre sete eixos, um dedicado especificamente aos Direitos Humanos. A política de drogas pautada na guerra e na lógica militar da repressão, está sendo colocada em cheque em diversos países das Américas e Europa e a nomeação de um policial militar representa um claro retrocesso! 

Países da America Latina foram os mais impactados pela política de guerra as drogas no âmbito do encarceramento e da morte da população, sobretudo jovem e negra, se tornando evidentemente uma política de criminalização da pobreza urbana e de populações tradicionais vulnerabilizadas em suas práticas seculares.

Por isso repudiamos a indicação de um coronel da Policia Militar de São Paulo para o cargo, que não possui trajetória no tema da política de drogas e simboliza claro retrocesso para uma política de repressão e estigmatização.  

Pessoas vulneráveis que usam drogas não precisam de mais violação de direitos!!!

Pessoas vulneráveis que usam drogas precisam de atenção à saúde, educação, assistência social, inserção no mercado de trabalho e práticas de cuidado pautadas nos direitos humanos. 

A Guerra as drogas é uma Guerra contra pessoas. É uma Guerra surda dos avanços científicos da saúde, fomentada pela lógica do lucro armamentista e perverso tanto de instituições governamentais quanto de grupos criminosos. 
  
NÃO AO CORONEL ROBERTO ALLEGRETTI NA SENAD!!!!