Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Medidas emergenciais contra atropelamentos de animais silvestres nas Reservas de Sooretama e Vale

Medidas emergenciais contra atropelamentos de animais silvestres nas Reservas de Sooretama e Vale

14,944 assinaram. Vamos chegar a   20,000
14,944 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por ISAS Instituto Socioambiental S. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
ISAS Instituto Socioambiental S.
começou essa petição para
Ministério Público Federal
Diariamente, dezenas de animais morrem atropelados no trecho de 25km da BR-101 que corta o complexo florestal Linhares-Sooretama, que engloba duas Reservas da Costa do Descobrimento, a Reserva Biológica de Sooretama e a Reserva Natural Vale, tombadas como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Estima-se que mais de 20 mil animais silvestres morrem atropelados neste trecho por ano, entre anfíbios, répteis, aves e mamíferos.
Em um período de menos de um ano, quatro animais silvestres de grande porte foram atropelados, três antas (uma grávida) e uma onça-parda. Cada vida perdida, reduz ainda mais o tamanho da população, aumentando os riscos de extinção local da espécie. Além disso, é um indivíduo a menos exercendo seu papel ecológico.

Esta situação não representa uma ameaça somente a vida dos animais, mas também coloca em risco a vida dos usuários da rodovia. Várias pessoas já morreram e continuam morrendo em acidentes envolvendo atropelamentos de animais no Brasil.

Por isso, pedimos aos órgãos competentes, as seguintes medidas emergenciais para evitar os atropelamentos de animais selvagens no trecho da BR-101 que corta a REBIO de Sooretama e a Reserva Vale, no Espírito Santo:

- Reduzir a velocidade da via para 60 km/h em todo o trecho de 25km;
- Instalar radares de trecho inteligentes que registram e monitoram a velocidade dos veículos;
- Desobstruir os túneis de drenagem de água sob a pista que podem servir como passagem de fauna;
- Fazer o cercamento da via de forma direcional para os túneis;
- Retirar as árvores frutíferas exóticas das margens da estrada (mangueiras e jaqueiras, por exemplo);
- Colocar placas temáticas de advertência e educativas no trecho;
- Instalar passagens de estrato arbóreo (passagens aéreas) para travessia de animais arborícolas (macacos e bicho-preguiça, por exemplo);
- Retirar o lixo das florestas e corpos d’água no entorno na rodovia;
- Promover ações de sensibilização dos usuários da rodovia;
- Disciplinar o uso da via pela comunidade e empreendedores locais.