Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Pela instalação de uma AGÊNCIA DO BANPARÁ em Portel

Pela instalação de uma AGÊNCIA DO BANPARÁ em Portel

48 assinaram. Vamos chegar a   100
48 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Neon Marketing D. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Neon Marketing D.
começou essa petição para
Helder Barbalho - Governador do Pará
Viemos através deste, solicitar a imediata instalação de um Agência bancária, BANCO DO ESTADO DO PARÁ - BANPARÁ no município de Portel - Pará, para poder atender a todos os moradores e circunvizinhas. Portel é um município com 61.126 habitantes segundo o Censo (IBGE/2018), sendo o 33º município mais populoso do estado do Pará, onde outras suas agências já não suportam os próprios moradores.
Visando melhorar a qualidade de vida e facilidade dos moradores de Portel e também para os transeuntes e visitantes oriundos de vários outros cidades onde não tem agência do BANPARÁ e nem caixas eletrônicos necessários para atender sua clientela (funcionários do estado) que recebem pelo banco.
Resolvemos fazer esse abaixo-assinado, assim mostrando que isto não é uma solicitação individual e sim uma necessidade de uma considerável parcela da população a ser encaminhado ao Excelentíssimo Senhor HELDER ZAHLUTH BARBALHO, Digníssimo Governo do Estado do Pará.

História do Município
No local onde está localizado o município de Portel, existia primitivamente uma aldeia de índios que, em 1653, foi reorganizada pelo padre Antonio Vieira, ao introduzir os índios Nheengaíbas, trazidos da ilha de Marajó, ficando sob a direção dos padres da Companhia de Jesus, com a denominação de Aricuru (ou Arucurá), até a expulsão dos jesuítas, época em que já era freguesia, sob a invocação de Nossa Senhora da Luz.
Em 1758, o governador e capitão-geral Francisco Xavier de Mendonça Furtado elevou-a à categoria de vila, mudou-lhe o nome para Portel, denominação portuguesa que significa “Porto Pequeno”, e instalou pessoalmente o município, em 24 de janeiro do mesmo ano.