Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Pela participação dos cursos da área de Humanas no Ciência sem Fronteiras

Pela participação dos cursos da área de Humanas no Ciência sem Fronteiras

53,905 assinaram. Vamos chegar a   75,000
53,905 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Raquel A. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Raquel A.
começou essa petição para
Manoel Erhardt, desembargador federal.,
Aloizio Mercadante, ministro da Educação.,
Lívio Amaral, diretor de avaliação da CAPES.
Em 2012, a justiça determinou a inclusão de mais de 20 cursos das áreas de ciências humanas e, alguns, de biológicas no projeto Ciência sem Fronteiras. No dia 15 de Janeiro de 2013, o TRF (Tribunal Regional Federal) suspendeu a liminar, excluindo novamente os mais de 20 cursos do programa. Com a decisão, o Projeto governamental que concede bolsas de estudo no exterior a alunos de Graduação, Doutorado e Pós-Doutorado, não privilegiará cursos como Letras, Jornalismo, Publicidade e Enfermagem (entre outros). O Ministério da Educação defende que o programa Ciência sem Fronteiras foi criado para as áreas das ciências básicas como matemática, física, química e biologia; das engenharias; das tecnológicas e de ciências da saúde. Incabível a justificativa do MEC, uma vez que, em nenhum momento, durante a criação do Projeto, fez-se pré-estabelecida a exclusividade de alguns cursos em detrimento de outros. A decisão do Ministério transmite nos a visão de que os cursos excluídos não fazem parte da definição de "ciência" a qual se referem e, portanto, não são dignos de tais benefícios. Objetivamos, com essa petição, conseguir a liberação de vagas no Programa Ciência sem Fronteiras para a área de Humanas, afinal, o que elaboramos também é ciência e muito contribuiremos para o desenvolvimento do país se tivermos oportunidades e portas abertas para realizar nossas pesquisas e projetos.