Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Presidente Dilma Rousseff: Ajude a proteger Abrolhos

Presidente Dilma Rousseff: Ajude a proteger Abrolhos

105,059 assinaram. Vamos chegar a   200,000
105,059 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Adote A. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Adote A.
começou essa petição para
Presidente Dilma Rousseff,
Governador Jaques Wagner,
Governador Renato Casagrande,
Ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira
Baleias, tartarugas, aves marinhas, peixes, corais, crustáceos e moluscos ilustram a riqueza da região dos Abrolhos, situada no extremo sul da Bahia e norte do Espírito Santo. Esse santuário com a maior biodiversidade marinha do Atlântico Sul está ameaçado e precisa da sua ajuda para continuar existindo!

Através da criação de novas áreas protegidas e do fortalecimento e ampliação das áreas já existentes, será possível recuperar e manter a biodiversidade, eliminar a pesca excessiva, evitar que atividades de exploração de petróleo, minerais e portuárias possam destruir nosso maior patrimônio natural marinho, e garantir o sustento de mais de 100 mil famílias que vivem da pesca e do turismo.

Hoje, menos de 1,6% da plataforma continental de Abrolhos é protegida da pesca e outros tipos de exploração direta, pelo Parque Nacional Marinho dos Abrolhos e demais áreas de proteção integral. E apenas outros 5,4% têm pescarias regulamentadas e manejadas em Reservas Extrativistas. Isso é insuficiente, especialmente considerando que a manutenção da integridade destas áreas encontra grandes dificuldades, como equipes pequenas e falta de recursos e estrutura para fiscalização. Estimamos que é preciso chegar em, pelo menos, 20% de áreas de proteção mais restrita para proteger a biodiversidade e promover atividades como a pesca e o turismo de maneira sustentável na região.

A decisão está nas mãos dos governos federal e estaduais. Com essa petição, esperamos que a presidente Dilma e os governadores da Bahia e do Espírito Santo garantam imediatamente o funcionamento efetivo das unidades de conservação existentes em Abrolhos e retomem o processo de ampliação e criação das áreas marinhas protegidas na região.

Contamos com seu apoio assinando esta petição e participando das demais ações da campanha Adote Abrolhos criada pela Conservação Internacional e pela SOS Mata Atlântica para garantir a preservação de um dos nossos maiores santuários de vida marinha – a região dos Abrolhos.

______________________________________

É com satisfação que compartilhamos o alcance, no dia 22 de abril, da meta inicial de 10 mil assinaturas em nossa petição on line! Vamos agora encaminhar formalmente a petição com as assinaturas à Presidente Dilma Rousseff, aos Governadores da Bahia, Jaques Wagner, e do Espírito Santo, Renato Casagrande, e à Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, solicitando audiências para cobrar medidas concretas em prol da proteção das atuais unidades de conservação da região dos Abrolhos e a retomada do processo de ampliação destas unidades, de forma participativa e tecnicamente fundamentada.

Ressaltamos também que esta petição permanecerá ativa até o final da Campanha Adote Abrolhos, para continuarmos demonstrando a força deste movimento. Agradecemos a todos pela participação e por acreditarem no poder desta mobilização para fortalecer a proteção da região marinha mais rica em biodiversidade no Atlântico Sul!


Mais informações: www.adoteabrolhos.org.br