Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Vereadores de Porto Alegre: Preservem a Fazenda do Arado Velho em Belém Novo #PreservaArado

Vereadores de Porto Alegre: Preservem a Fazenda do Arado Velho em Belém Novo #PreservaArado

1,349 assinaram. Vamos chegar a   2,000
1,349 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Preserva Belém N. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Preserva Belém N.
começou essa petição para
Vereadores de Porto Alegre
Propomos a CRIAÇÃO de uma UNIDADE de CONSERVAÇÃO de USO PÚBLICO na Fazenda Arado Velho em Belém Novo, Porto Alegre. Ou seja, preservar suas qualidades, aliando EDUCAÇÃO, PESQUISA, TURISMO ECOLÓGICO E LAZER, permitindo o acesso da população nesse local único e
insubstituível.
A Fazenda do Arado possui 426 hectares e está localizada às margens do Guaíba. Também está próxima à duas áreas de conservação na cidade de Porto Alegre (Reserva Biológica do Lami e Morro São Pedro) cumprindo importante papel de corredor ecológico, primordial para
a manutenção de espécies da flora e fauna. Muitas já em extinção!
Nela encontramos os biomas Mata Atlântica e Pampa. E animais raros e em extinção como o Bugio Ruivo,
Graxaim-do-Mato, Ouriço-Caixeiro, Gato Maracajá, Guaxinin (Mão-Pelada), Capivara, Preá e muitos outros. Mais de uma centena de espécies de aves, muitas delas migratórias e que fazem daquela área local de seus ninhos. Centenas de espécies de répteis, anfíbios e insetos que formam um mosaico de vida em equilíbrio.
A Fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico (com sítio Guarani pré-Colonial de alta relevância cadastrado no IPHAN – RS02265), histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico da cidade de Porto Alegre. É o que diz extenso trabalho da Secretaria de Cultura da capital. Existe inclusive pedido de tombamento da área.
Porém este paraíso está ameaçado! Existe um megaempreendimento imobiliário que pretende instalar 3 condomínios com 2300 casas em áreas de várzea e banhados protegidos por lei.
Hoje existem dois inquéritos civis no Ministério Público do Rio Grande do Sul e um no Ministério Público Federal questionando diversas falhas do referido empreendimento.
Mas é preciso que a população se manifeste e diga que quer ver a Fazenda do Arado preservada para o uso de todos os cidadãos.
Assim, nossa proposta é a CRIAÇÃO DE UNIDADE DE PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO utilizando para isso verbas públicas como as provenientes do Fundo Municipal do Meio Ambiente.
Ajude assinando e compartilhando essa ideia!