Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Xunta de Galicia: Declaración do 2016 como ANO DAS IRMANDADES DA FALA

Xunta de Galicia: Declaración do 2016 como ANO DAS IRMANDADES DA FALA

357 assinaram. Vamos chegar a   500
357 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Ora Galega G. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Ora Galega G.
começou essa petição para
Xunta de Galicia
Nos primeiros dias do mes de xaneiro de 1916, Antón Villar Ponte comezaba unha campaña dirixida á creación dunha organización que puxese en primeiro termo a importancia do idioma galego, a que deu o nome de Liga de Amigos do Idioma Galego. O 18 de maio dese mesmo ano nacia na Coruña a Irmandade dos Amigos da Fala, organización que pasaría a ser recoñecida no futuro como as Irmandades da Fala. A aparición das Irmandades supuxo unha nova forma de concibir o país, xa que, por primeira vez na historia, unha organización nacida na Galiza decidia adoptar como eixo da súa definición a idea de “nacionalista”, situando a nación como centro de decisión e como suxeito fundamental do seu devir social, cultural e político.
Dentro de 10 meses haberá 100 anos que Villar Ponte iniciaba o proxecto de creación da liga e nun prazo de 14, o 18 de maio de 2016, celebrarase o centenario daquela reunión da primeira Irmandade nos salóns da Academia Galega. Dous momentos decisivos no desenvolvemento do que chegaria a ser un dos fitos fundamentais da nosa historia contemporánea.
Queremos convocar a sociedade galega a unirse na celebración deste centenario e a apoiar esta petición pública para que o vindeiro 2016 sexa declarado oficialmente ANO DAS IRMANDADES DA FALA.

Nos primeiros dias do mês de janeiro de 1916, Antón Villar Ponte começava uma campanha dirigida á criação duma organização que pusesse em primeiro termo a importância do idioma galego, a que deu o nome de Liga de Amigos do Idioma Galego. O 18 de maio desse mesmo ano nascia na Crunha a Irmandade dos Amigos da Fala, organização que seria reconhecida no futuro como as Irmandades da Fala. A aparição das Irmandades supôs unha nova forma de conceber o país, j que, por primeira vez na historia, unha organização nascida na Galiza decidia adotar como eixo da sua definição a ideia de “nacionalista”, situando a nação como centro de decisão e como sujeito fundamental do seu devir social, cultural e político.
Dentro de 10 meses haverá 100 anos que Villar Ponte iniciava o projeto de criação da liga e num prazo de 14, o 18 de maio de 2016, celebrará-se o centenário daquela reunião da primeira Irmandade nos salões da Academia Galega. Dous momentos decisivos no desenvolvimento do que chegaria a ser um dos fitos fundamentais da nossa história contemporânea.
Queremos convocar a sociedade galega a unir-se na celebração deste centenário e a apoiar esta petição pública para que o vindouro 2016 seja declarado oficialmente ANO DAS IRMANDADES DA FALA.