São Cristóvão e Nevis: poucos dias para salvar as baleias!

Para Timothy Harris, primeiro-ministro de São Cristóvão e Nevis, e quaisquer outros governos que facilitem a caça de baleias:

Como cidadãos globais que se preocupam com a proteção de espécies de baleias ameaçadas de extinção, apelamos a todos os países para que cessem o envolvimento com baleeiros islandeses. Pedimos especificamente a São Cristóvão e Nevis que remova imediatamente sua bandeira do navio chamado The Winter Bay. Esta embarcação, que transporta 1.700 toneladas de carne de baleias-fins, espécie ameaçada de extinção, está a caminho do Japão. Também apelamos a São Cristóvão e Nevis para que deixe de apoiar as pesquisas que o Japão conduz no Oceano Antártico e, em vez disso, que apoie os esforços de proteção das baleias. Nenhum país deve tomar parte do abate destas criaturas majestosas.
 
Você já é um apoiador da Avaaz? só precisa preencher seu email e clicar "Enviar"
Primeira vez aqui? Por favor preencha o formulário.
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e lhe manter atualizado sobre essa e outras campanhas semelhantes.

Uma frota baleeira da Islândia está zarpando para caçar e matar 150 baleias-fins, espécie ameaçada de extinção. No passado, quase conseguimos interromper a caça, mas agora podemos acabar com essa prática para sempre.

Enquanto os caçadores afiam seus arpões para a caça deste ano, o chefe da operação está tentando enviar a carne de baleia pescada no ano passado para o Japão. Mais de 1.700 toneladas estão prestes a atravessar a passagem de gelo entre a Rússia e o Pólo Norte. Mas se a pequena nação caribenha de São Cristóvão e Nevis – que emprestou sua bandeira para o navio – remover a bandeira, ele não poderá deixar o porto! Como o turismo é o pilar da economia do país, podemos colocar a sua reputação em jogo se ele estiver sob holofotes globais.

Temos apenas dois dias antes do navio zarpar.

Nossa comunidade já ajudou a fazer com que países europeus rejeitassem essa prática. Agora vamos pressionar São Cristóvão e Nevis a parar de ajudar os baleeiros! Assine e compartilhe com todos: a Avaaz entregará nossas assinaturas diretamente ao novo primeiro-ministro do país. Se ele não responder rapidamente, a Avaaz atingirá seu maior mercado turístico – os Estados Unidos – e mostrará como São Cristóvão e Nevis está apoiando a matança das preciosas baleias.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: