Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK

Ebola: antes que seja tarde demais

Nas últimas duas semanas, milhares de corajosos membros da Avaaz se voluntariaram para viajar até a África Ocidental e ajudar a conter o vírus mortal do Ebola. É um ato de heroísmo e uma prova da interdependência que todos nós sentimos como parte desta comunidade global.

Mas nem todos nós podemos viajar para a África ou temos as habilidades necessárias para ajudar. Portanto, a Avaaz perguntou a uma das organizações na linha de frente o que o restante da nossa comunidade de 39 milhões de pessoas poderia fazer para ajudar os profissionais de saúde no local a salvar vidas e conter a expansão da doença. A resposta foi tão simples, concreta e trágica que quase me fez chorar: fornecer materiais de saneamento - luvas, sabão, cloro; kits de Equipamento de Proteção Individual (EPI), ambulâncias, camas, equipamentos e suprimentos para os Centros de Tratamento de Ebola.

É praticamente um crime que a comunidade internacional ainda não tenha conseguido fornecer essas coisas básicas para os necessitados. Mas nós podemos! Kits de EPI custam R$690, e como parte desses kits são descartados depois do uso, o pessoal de saúde usa mais de 15 mil kits de EPI por mês. Com R$120 mil poderíamos comprar, fornecer e equipar uma ambulância.

Então, basicamente, se 50 mil membros da Avaaz doarem R$50 cada, poderíamos comprar 10 ambulâncias e 2.000 vestimentas de proteção. As organizações que atuam na área de crise provavelmente podem distribuir os equipamentos rapidamente para os médicos e enfermeiros locais e internacionais que se encontram na região, e os incríveis voluntários da nossa comunidade poderiam chegar na África em tempo, antes que seja tarde de mais para conter o vírus do Ebola.

Faça uma doação.

- Alice Jay e toda a equipe da Avaaz