A melhor chance que temos de salvar os elefantes

Dezenas de caçadores fortemente armados entraram em um parque nacional da República dos Camarões e mataram mais de 600 elefantes para arrancar suas presas. Traficantes de presas criminosos como estes já aniquilaram metade dos elefantes que restam na África Central, sem que ninguém conseguisse detê-los.

Até agora!

Em decorrência do trabalho de investigadores corajosos que se passam por caçadores em redes ilegais de oito países africanos, 1.200 traficantes já foram presos!

É um trabalho tão inspirador que já ganhou prêmios, mas não conta com financiamento suficiente. Muitos doadores têm receio de bater de frente contra o crime organizado. Diante desse impasse, a nossa comunidade está em uma posição perfeita para ampliar, rapidamente, esta operação extraordinária.

Quatro elefantes são mortos por hora. Estamos correndo contra o tempo para não perder para sempre esses animais tão bonitos. Se cada um de nós fizer uma doação agora, a equipe de investigadores pode ser expandida para mais países, colocando ainda mais chefões e funcionários públicos corruptos atrás das grades. Ao mesmo tempo, poderemos fazer campanhas para salvar essas belas criaturas que sofrem abate em escala industrial.

Nenhum outro trabalho apresenta um índice de sucesso tão bom! Colabore agora

“Foto: SOS Elephants of Chad”