Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
A maior e mais efetiva comunidade de campanhas online para mudanças

Electronic Arts: Redução do preço do Battlefield 1 no Brasil #REDUCETHEPRICE

Electronic Arts: Redução do preço do Battlefield 1 no Brasil #REDUCETHEPRICE
  
  

 


Por que isto é importante

Português:
A comunidade de Battlefield no Brasil
repudia atitude da Electronic Arts em super inflacionar os preços das versões de Battlefield 1 em todas as plataformas em que o game está presente.

Nós, mesmo com todas as dificuldades, somos uma das maiores comunidades do mundo e até mesmo já fomos duas vezes vice-campeões mundiais da ESL e inúmeras vezes campeões mundiais no X10.

Inclusive nem mesmo temos empresas que disponibilizam locação de servidores de Battlefield no Brasil, apenas a Norte Americana i3d disponibiliza esse tipo de serviço e a um custo razoavelmente alto.

Mas nos últimos meses um assunto foi muito debatido entre toda a comunidade: O preço absurdo do Battlefield 1.

Diferentemente do que a Electronic Arts provavelmente imagina, temos um salário mínimo de R$880, e a EA (Electronic Arts) pede R$490 na versão Ultimate do Battlefield 1.

Como base para comparações, R$490 equivale a 56% do salário mínimo de um trabalhador comum.

Agora vamos comparar com os Estados Unidos, aonde o salário mínimo federal é de U$1.250 e a versão Ultimate de Battlefield 1 custa U$130?
U$130 equivale a 10,5% do salário de um trabalhador comum americano.

Não podemos esquecer também que essa elevação nos preços beira o absurdo, uma vez que o Battlefield Hardline Ultimate custava R$229.

Isso significa que jogos da mesma franquia e da mesma versão mais do que dobraram de preço no espaço de 1 ano.

Sem contar que Mirror's Edge Catalyst, que tem o mesmo valor nos Estados Unidos do que o Battlefield 1 (U$59,90), estava mais barato na Origin Brasil (R$129,90) do que o próprio Battlefield 1 (R$199,90).

O que evidência a intenção de inflacionar os preços no mercado brasileiro.

Já fizemos esforços em entrar em contato com a EA Brasil e também com a WB Games Brasil, aonde fomos completamente ignorados.

Esta petição será direcionada a todos os executivos da Electronic Arts, para que, caso ainda não tenham conhecimento do problema, passem a ter.

Não queremos o jogo de graça, só queremos um valor justo para a nossa realidade.

Atenciosamente,
CaDuSiMs

#REDUCETHEPRICE

English:
The community of Battlefield in Brazil repudiates Electronic Arts attitude of inflating Battlefield 1 prices in allplatforms available.

Despite all the difficulties Brazilian people face, we are one of the biggest communities in the world, two times 2nd place in world championship and countless 1 st place in world championship x10.

We don’t even have companies that sell Battlefield servers in Brazil, only the American company i3d but even so in inflated prices.

Last month the Battlefield 1 price has been discussed among all of us that are part of the community.

Not quite as Electronic Arts may imagine, Brazilian minimum wage is, in average, R$ 880,00, while EA establish the absurd price of R$ 490,00 for the Ultimate Edition.

It is so unreal that R$ 490,00 is 56% of the Brazilian minimum wage.

Now let´s compare it with USA minimum wage of U$ 1.250,00 and where the ultimate Edition costs U$ 130,00 resulting in the equivalent of 10,5% of the paycheck of an ordinary American.

Considering that Battlefield Hardline Ultimate in Brazil cost R$ 229,00, than sounds pretty absurd that the price of Battlefield 1 cost’s twice as much.

It doesn’t sound reasonable that the same game, developed by the same company, doubled it’s price within a year.

The game Mirror's Edge Catalyst has theexact same price of the Battlefield 1 (U$ 59,90) in USA. Meanwhile, in Brazil, it cost’s R$ 129,90, and the Battlefield 1, Standard Edition, R$199,90.

Looks pretty clear the intentional inflated prices in Brazil.
We tried constantly to contact "EA Brasil" and "WB Games Brasil", and were completely ignored.

This petition is directed to all Eletronic Arts executives, so that if they aren’t still aware of the problem, they can familiarize with it.

We don’t expect it to be free, or do we want that, but what we definitely want is a fair price adjusted to our economic reality.

Best regards,
CaDuSiMs

#REDUCETHEPRICE

Postado agosto 24, 2016
Relatar isso como inapropriado
Clique para Copiar: