Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
A maior e mais efetiva comunidade de campanhas online para mudanças

Conectando todas as escolas públicas

Esta petição foi encerrada
Conectando todas as escolas públicas
  
  

 


Por que isto é importante

Ter internet rápida nas escolas públicas amplia o acesso ao conhecimento, permite que os alunos sejam protagonistas de seu aprendizado e reduz desigualdades entre estudantes de redes públicas e privadas.

Mas você sabia que apenas 4% das escolas públicas do Brasil têm acesso à internet com conexão de qualidade*? Agora é o momento de colaborar com a mudança deste cenário!

Uma consulta pública do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) discute uma nova e importante política no setor de telecomunicações. A proposta é expandir a internet rápida no país, aumentando a conectividade de regiões onde a oferta ainda é limitada, cara ou de baixa qualidade. Essa é nossa chance de mobilizar a sociedade para que o acesso à internet seja iniciado pelas escolas públicas destas regiões.

A sua assinatura é muito importante para apresentarmos essa petição ao MCTIC e colocar a educação pública como prioridade nesta nova política.

Assine, compartilhe, envie para as suas redes e vamos juntos tornar a conectividade uma realidade nas escolas!
Para conhecer melhor a política, acesse: http://bit.ly/CPTelecom

Esta petição é uma iniciativa de:
Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (Ceipe), Centro de Inovação para a Educação Brasileira (Cieb), Ensina Brasil, Fundação Lemann, Instituto Península, Instituto Singularidades, ITS‐Rio (Instituto de Tecnologia e Sociedade), Instituto Inspirare, Instituto Natura, Mathema, Sincroniza e SOS Educação.
Os EduTubers Carina Fragozo, Ivys Urquiza, Paulo Valim e Rafael Procópio também apoiam essa iniciativa.

*Fonte: TIC Educação 2015, Cetic.Br

Postado outubro 27, 2017
Relatar isso como inapropriado
Clique para Copiar: