Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Diga NÃO a Maricultura na praia do Matadeiro.

Diga NÃO a Maricultura na praia do Matadeiro.

186 assinaram. Vamos chegar a   200
186 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Associação de Surf da Armação e m. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Associação de Surf da Armação e m.
começou essa petição para
PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS,
REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL/MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA,
MINISTÉRIO PUBLICO FEDERAL,
GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA/EPAGRI
Em defesa da PRAIA DO MATADEIRO - FLORIANÓPOLIS - SANTA CATARINA.

A praia do Matadeiro, localizada no sul da ilha de Florianópolis sofreu um golpe na calada da noite.

Em meados de janeiro boias foram instaladas no costão direito da praia para a implementação de uma fazenda de maricultura de 10 hectares.

Não bastasse o descaso em relação a poluição do rio sangradouro e toda a modificação ambiental sofrida pela praia ao longo dos últimos anos, com ocupações irregulares, a construção do molhe entre a praia da armação e a do matadeiro, modificando o desemboco do rio, agora é a área marítima que esta em risco.

Um pedaço do mar foi privatizado, e o pior, sem um diálogo com a comunidade local, sem apresentar estudos sobre possíveis impactos ambientais, sem uma audiência publica para que o tema fosse melhor debatido.

Não somos contra a maricultura, somos contra a maneira que o projeto foi executado, sem a mínima transparência, de maneira arbitrária e irresponsável, sem diálogo, sem estudos.

As ondas alucinantes da praia do Matadeiro também correm risco de ter a sua formação prejudicada.

A praia foi loteada, beneficiando poucos em detrimento do coletivo!!!


Postado: 16 março 2016