Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Chamada a V Conferência Nacional de Saúde Mental

Chamada a V Conferência Nacional de Saúde Mental

845 assinaram. Vamos chegar a 1,000
845 Apoiadores

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por Ligia B. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Ligia B.
começou essa petição para
Ministério da Saúde e Secretaria Geral da Presidência
Chamada V CNSM

Junte-se ao coro pela V Conferência Nacional de Saúde Mental em 2015, onde se fará ouvir a voz de toda sociedade, para construirmos coletivamente o cuidado que queremos: por uma sociedade sem manicômios e por uma política de drogas que cuide sem segregar ou excluir; pela gestão pública do SUS, da RAPS e do SUAS, contra a mercantilização da saúde, e com financiamento intersetorial.
Em 2015, completarão 70 anos do fim da Segunda Grande Guerra e do Holocausto, e do compromisso mundial de não permitir que se repitam as violências, o extermínio e a segregação da diferença. Desde então, as nações buscam solidificar, em suas Constituições e Tratados de Direitos Humanos, o principio da Dignidade Humana: a noção de que cada pessoa é única, com um valor inalienável e singular, e jamais deve ser usada como meio para outro fim. Cada pessoa é um fim em si mesma e cabe ao Estado garantir sua dignidade e igualdade, sua liberdade e a cidadania, resguardando-as de violências e toda forma de exploração.
Hoje, reafirmando este compromisso com a dignidade e os direitos humanos, a sociedade civil chama a V Conferência Nacional de Saúde Mental para 2015, por um Brasil que não aceita mais conviver com campos de concentração travestidos como Hospitais Psiquiátricos. Uma sociedade sem manicômios físicos, químicos e sociais, que garanta o cuidado das pessoas com sofrimento mental ou em uso de drogas, sem negar seu direito à liberdade, sem segrega-los do convívio social. Para que a loucura não seja moeda de troca e a gestão do cuidado em saúde – do SUS, da RAPS e do SUAS – seja público e democrático.
A luta pela saúde é parte intrínseca da luta pela democracia, e a consolidação da cidadania e da participação social é garantia indispensável ao cuidado em saúde (Sonia Fleury). As Conferências, previstas na Lei n.º 8.142/1990, são o espaço para dar voz aos cidadãos que são cuidados na RAPS e no SUAS, aos trabalhadores, familiares, gestores e a todos que militam pela consolidação dos direitos humanos. Um espaço para construirmos coletivamente que cuidado em saúde mental queremos. Junte-se a esse coro pela liberdade e a saúde mental!

Com amor e muita gratidão a este movimento,

ABRASME - Associação Brasileira de Saúde Mental

Compartilhe nas redes sociais:

#VConferenciaSMmerepresenta

#VCNSMmerepresenta

Postado (Atualizado )