Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Prefeito Eduardo Paes: Mude o nome da Rua Tubira para Rua Carlinhos Violino

Prefeito Eduardo Paes: Mude o nome da Rua Tubira para Rua Carlinhos Violino

411 assinaram. Vamos chegar a   500
411 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Marcos D. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Marcos D.
começou essa petição para
Prefeito Eduardo Paes
Suderj informa: sai Tubira, entra Carlinhos Violino
Não foi apenas o Flamengo que ficou mais triste em junho. Com a partida de Luis Carlos Nunes da Silva (1937–2015), o Carlinhos Violino, o Leblon também perdeu uma de suas mais doces e festejadas figuras.
Saiu da vida, entrou para a história do esporte e agora merece placa. Um grupo de moradores do Leblon recomenda que a pequena e simples rua Tubira seja renomeada rua Carlinhos Violino.
Era nos arredores da rua Tubira, afinal, que o craque e treinador carioca celebrava as conquistas ou chorava as derrotas, em seus bares e restaurantes, amigo de fregueses de todas as bandeiras.
Meio-campo do Flamengo e da seleção brasileira, Carlinhos merece a homenagem não apenas pelos títulos nacionais que rendeu ao clube da Gávea, mas também pelo histórico notável:
* Formou e ensinou centenas de crianças e adolescentes da cidade, no juvenil e no junior do clube.
* Ganhou como jogador o prêmio Belfort Duarte por jamais ter sido expulso de campo.
* Conquistou como treinador a Copa Mercosul de 1999 (primeiro título continental do Flamengo após a Libertadores de 1981).
* Participou do "maior Fla x Flu da história", em 1963, jogo que atraiu um público de 194.603 presentes.
Por isso, esperamos ouvir o anúncio em breve: sai Tubira, entra Carlinhos Violino, grande exemplo para a mocidade do bairro e do Rio de Janeiro.
Postado: 23 junho 2015 (Atualizado: 25 junho 2015)