Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Esta petição foi encerrada
Senado brasileiro: Aprove o PL 6602

Senado brasileiro: Aprove o PL 6602

Esta petição foi encerrada
12,971 Apoiadores

Adriana K.
começou essa petição para
Senado federal

Por que esperar e deixar de salvar vidas animais no presente enquanto continuamos lutando incansavelmente pelas vidas animais que ainda serão presas e exploradas em laboratórios? Esperar anos para 'teoricamente' salvar um maior número de animais é a escolha mais acertada? Se os animais pudessem ter voz por um só momento, eles certamente nos diriam para deixar de lado discussões, e salvar quantas vidas fossem possíveis, hoje!


A aprovação do PL 6602 é importante:

Pois expressa a súplica da sociedade brasileira pelo fim da crueldade e exploração dos animais presos em laboratórios. Também porque já são hoje disponíveis diversos métodos substitutivos que garantem a segurança do produto que chega às mãos do consumidor sem o uso da violência e submissão de animais à crueldade.

Porque produtos cosméticos acabados e ingredientes conhecidos estarão impedidos de serem testados em animais de qualquer espécie. E estas duas etapas representam uma importante parcela dos animais mortos em testes (cosméticos) nos laboratórios brasileiros. Esses ingredientes, como consta no texto do PL 6602/2013, não se restringem apenas a ingredientes cosméticos, mas simplesmente à expressão "ingrediente" - ainda que pertencente a outro setor tecnológico (alimentício, farmacêutico), que possa um dia vir a ser incorporado em formulações cosméticas.

No Brasil, segundo imposição do Governo Federal, ingredientes desconhecidos poderão ser testados em animais, desde que não seja conhecido um método substitutivo adequado. Mas ainda assim, uma vez desenvolvido um método correspondente os testes serão praticados pelo período de até 5 anos. O desenvolvimento de métodos substitutivos validados poderá ter ocorrido em qualquer outro país, não sendo necessário seu desenvolvimento em solo brasileiro. Sua aprovação será feita pelos órgãos regulamentadores brasileiros tão pronto quanto este método seja lançado. Assim, se houver um método alternativo desenvolvido na França, por exemplo, este deverá ser introduzido na prática dos laboratórios brasileiros o mais rápido possível.

O Brasil tem fraca participação no desenvolvimento de novos ingredientes - dado sua precária rede de laboratórios certificados e seu ainda grande atraso científico e tecnológico. Ao contrário, na Europa, a tecnologia em pesquisa de novas moléculas é bem mais avançada. A indústria cosmética brasileira pouco realiza em relação a ingredientes novos, importando majoritariamente novidades em insumos de países europeus os quais possuem histórico know-how em cosmetologia.

"Não é preciso ser humano para entender que salvar uma vida, de qualquer espécie, é e sempre será o que existe de mais importante".

O PL 6602/2013 é um pequeno passo na luta pelo maior respeito aos animais. Mas é um passo adiante.

Diga SIM ao PL 6602/2013. E ajude a dizer ao nosso Governo o quão forte é nosso desejo por uma nova e decente realidade para os animais não-humanos.

Postado (Atualizado )