Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Expulsão dos alunos do Liceu Franco Brasileiro que cometeram racismo contra aluna negra

Expulsão dos alunos do Liceu Franco Brasileiro que cometeram racismo contra aluna negra

41,995 assinaram. Vamos chegar a 30,000
41,995 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por Sami V. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Sami V.
começou essa petição para
Celuta Reissmann, diretora pedagógica do Colégio Liceu Franco Brasileiro
Apesar de constituir crime inafiançável e imprescritível - sujeito à pena de reclusão de acordo com a constituição cidadã de 1988, Inciso XLII do Artigo 5º - observa-se diariamente práticas e atitudes racistas contra a população negra no Brasil. Se não velado na forma de racismo estrutural, é fato que alguns grupos e indivíduos se sentem à vontade de expressar e colocar em prática o racismo como algo aceitável e natural. Para estes indivíduos a presença de negros em espaços e perspectivas que “naturalmente” são reservados aos brancos é algo a ser banido. Buscam com muita habilidade se não a eliminação física, a moral e psicológica de negros que ousam atravessar o “muro invisível” da segregação racial herdada no Brasil. E foi assim que um grupo de alunos do Colégio Liceu Franco-Brasileiro no Rio de Janeiro, RJ, talvez certos da impunidade dos atos infracionais que cometeu, se sentiu à vontade em trocar mensagens deploravelmente racistas contra a aluna negra Fatou Ndiaye, 15, conforme amplamente divulgado pela imprensa. O colégio publicou uma nota de repúdio em seu website e disse ter levado o caso ao conhecimento do Conselho Tutelar, entretanto, não apresentou as medidas punitivas que o tomou contra estes alunos. O racismo é crime e nós brasileiros, negros ou não, que LUTAMOS CONTRA O RACISMO, cientes da importância da escola enquanto espaço de construção de cidadãos responsáveis e comprometidos com o projeto de país que queremos, exigimos punição exemplar a estes alunos. Nota de repúdio e suspensão não é suficiente. Exigimos a expulsão destes alunos do colégio Liceu Franco-Brasileiro. Não ser racista não é suficiente para combater o racismo no Brasil! É preciso ser intolerante com o racismo! É preciso agir! Ser ativamente ANTI RACISTA! Sabemos que esta petição não é suficiente para a batalha homérica contra o racismo, mas é mensagem clara que estamos atentos e faremos tudo que possível para punir os infratores! Junte se a nós! Assine esta petição! 


Postado: 22 maio 2020 (Atualizado: 3 junho 2020)