Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Bicicleta contra a pandemia - Campo Grande|MS

Bicicleta contra a pandemia - Campo Grande|MS

200 assinaram. Vamos chegar a   300
200 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Bici Nos Planos Campo G. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Bici Nos Planos Campo G.
começou essa petição para
Coletivo Bici Nos Planos Campo Grande
O Coletivo Bici Nos Planos Campo Grande alinha-se às instituições nacionais e internacionais que recomendam, neste momento, que todas as pessoas que não estejam realizando atividades consideradas essenciais permaneçam em distanciamento físico e em caso de necessidade utilizem a bicicleta para os seus deslocamentos, mantendo os devidos cuidados para evitar o contágio do Covid-19.

Neste contexto e como parte da campanha Bicicleta para Futuros Possíveis da UCB (União de Ciclistas do Brasil) encaminhamos as seguintes sugestões à Câmara Municipal de Vereadores e à Prefeitura Municipal de Campo Grande para que a cidade consiga enfrentar a pandemia de maneira mais eficiente através do uso da bicicleta.

Pedimos a colaboração e apoio de todos para que tais sugestões sejam acatadas quanto antes pelo poder público.

  • Criação de infraestrutura cicloviária temporária:
Seguindo exemplos de outras cidades, tirar uma faixa de uso compartilhado ou de estacionamento para a criação de ciclovias ou ciclofaixas nas principais ruas e avenidas da cidade (principalmente as que levam as periferias ao centro). Algumas sugestões de vias para serem implantadas as infraestruturas temporárias são:

  • Conexão das ciclovias/ciclofaixas já existentes.

    - Toda a extensão da Av. Pres. Ernesto Geisel e Av. Vereador Thyrson de Almeida que conectam a região central ao Aero Rancho (região mais populosa da cidade).
    - Toda a extensão da Av. Euler de Azevedo que conecta a UEMS e a saída para rochedo à região central.
    - Toda extensão da Av. Guaicurus que faz a conexão interbairros e ficará conectada à ciclovia já existente da Av. Gury Marques..
    - Toda extensão da Rua Joaquim Murtinho, Av. Marquês de Pombal e Av. Min. João Arinos que fazem a ligação da região central com regiões periféricas como os bairros Jardim Noroeste, Maria Aparecida Pedrossian e Tiradentes.
    - Av. Cônsul Assaf Trad e Av. Mascarenhas de Moraes

  • Melhoria da infraestrutura cicloviária existente:

Padrão de pintura vermelha por toda a via; Sinalização nos cruzamentos rodocicloviários; Sinalização vertical regulamentadora e indicativa; Sinalização Semafórica nos principais cruzamentos (específica para ciclista); Solucionar situações de risco e obstáculos; Iluminação de LED por toda a malha cicloviária.

  • Bicicletários/Paraciclos temporários para suportar a demanda e a obrigatoriedade de instalação de bicicletários/paraciclos em lugares públicos conforme a Lei Complementar n° 258/2015 e a Lei n° 5.216/2013 (precisa ser regulamentada).

  • Forte campanha de sensibilização da população, com o objetivo educacional de  compartilhamento de via dos motoristas com ciclistas e pedestres, a ideia aqui é mostrar para o motorista que ao usar a bicicleta aquele trabalhador está protegendo a própria saúde e a de todos, evitando tomar um ônibus ou formar aglomerações em estacionamentos e postos de gasolina.

  • Campanha para que as empresas (comércio, serviços e etc) incentivem seus trabalhadores utilizarem bicicletas ao invés de ônibus no período de Pandemia. Pode ser a partir de benefícios nos horários de entrada/saída do serviço, instalação de apoio para guardar a bicicleta dos funcionários em segurança, dias de descanso adicionais dependendo de quantas viagens fez de bicicleta para o serviço no mês.

  • Campanha de promoção e educação da população em relação ao uso da bicicleta como o meio de locomoção mais seguro e eficiente atualmente, ao evitar conglomerações, ser de uso individual, rápido, prático e saudável (fortalece o sistema imune dos usuários deixando eles menos vulneráveis ao vírus). Também devido à quarentena as pessoas estão mais cientes de quanto estão deixando de gastar em combustível e transporte público, o que pode ser mais uma motivação para usar a bicicleta pela sua economia.

  • Reconhecer e divulgar o potencial da cidade para se tornar referência de ciclomobilidade no Brasil além de deixar um novo legado e identidade para Campo Grande.

    Saiba Mais: https://wp.me/Pbmjfd-eP
Postado: 2 junho 2020 (Atualizado: 23 julho 2020)