Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Vitória
Esta petição foi encerrada
Vencemos! Fim da Greve dos Médicos do SUS em Guarulhos

Vencemos! Fim da Greve dos Médicos do SUS em Guarulhos

Vitória
Esta petição foi encerrada
1,407 assinaram. Vamos chegar a   2,000
1,407 Apoiadores

Coletivo União Médicos G.
começou essa petição para
Comissão de Saúde da Câmera de Vereadores de Guarulhos
Nós médicos do Coletivo União Médicos Guarulhos e Cidadãos agradecemos o apoio recebido. Vencemos essa etapa e acordamos com a Secretaria Municipal de Saúde de Guarulhos o Fim da Greve dos Médicos do SUS mediante entendimentos com a atual gestão nas seguintes reivindicações:
1) Contratação dos médicos aprovados no último concurso em abril de 2019: os médicos aprovados no último concurso em abril de 2019 serão efetivamente chamados para tomar posse;
2) Segurança: compromisso com a melhoria da segurança nas Unidades Básicas de Saúde;
3) Diálogos: compromisso que o diálogo permanente entre os médicos do SUS e a atual gestão foi reestabelecido de maneira sistemática para discutir uma agenda a longo prazo para discussão dos problemas de saúde pública da população de Guarulhos contribuindo assim com a melhoria do SUS.
Agradecemos o seu apoio e vamos continuar vigilantes e atuantes em nosso compromisso público com a saúde da população de Guarulhos.
A luta continua!
Continuem nos acompanhando em nossa página no Facebook:
https://www.facebook.com/uniaomedicos/

Nós médicos do Coletivo União Médico Guarulhos e Cidadãos
do Município de Guarulhos
estamos enfrentando problemas decorrentes das
políticas de desmonte do SUS Sistema Único de Saúde:
Terceirizações:
desde a terceirização do HMCA - Hospital Municipal da Criança e do Adolescente, e do HMU - Hospital Municipal de Urgências ocorrido em maio de 2017 e do fechamento da Policlínica Paraíso em junho de 2018 ocorreu um aumento significativo da demanda espontânea nos serviços de atenção primária (UBS - Unidades Básicas de Saúde e USF - Unidades Estratégicas de Saúde da Família), com sobrecarga dos profissionais;
Evasão de Profissionais: a precarização das relações de trabalho, o
constante assédio moral aos profissionais, a descontinuidades das políticas já
implantadas e falta de diálogos com a atual gestão, que suspendeu em outubro de 2018 as reuniões de pactuação com os médicos do município, promoveram a evasão de profissionais médicos tanto da atenção primária, quanto da rede de
especialidades, ocasionando um colapso no atendimento à população;
Redução do Acesso da População aos Serviços de Atenção Primária: a
configuração do novo sistema limita as vagas disponíveis para o atendimentos na demanda espontânea;    
Desumanização do Atendimento: a cobrança por números (produtividade) em detrimento a qualidade deterioram a humanização do atendimento, ferindo os princípios universais do SUS e comprometendo a qualidade dos serviços;
Falta de Diálogo: a ruptura dos diálogos com a atual gestão culminou com
o estado de Greve desde 02 de dezembro de 2019, com reivindicações que atendam às necessidades da população.
Neste sentido, essa petição pública tem como objetivo reivindicar:
1) Formalização do compromisso da administração no sentido de que todos os médicos aprovados no último concurso em abril de 2019 sejam efetivamente chamados para tomar posse, a categoria pleiteia ainda, que o quantitativo de profissionais médicos e as soluções para eventual falta destes, seja pauta de reunião entre os médicos e a gestão em março de 2020;
2) Agendamento de 04 pacientes por hora sendo, 03 agendados e o quarto atendimento através de demanda espontânea ou pelo aplicativo, sendo o número de atendimentos por aplicativo de 02 por período (02 a cada 04horas);
3) Pleiteamos o compromisso da administração em aumentar a rotina de rondas pela guarda civil municipal e instalação de câmeras de segurança por verba do Pró Rede nas unidades de saúde a partir de 2020;
4) Pleiteamos a alteração imediata do critério utilizado pelo RH da Saúde para o não pagamento da Gratificação de Atendimento Diário, passando a ser considerada a tolerância de até 03 horas acumuladas no mês, mediante compensação; 
5) Pleiteamos mudanças nos critérios para o pagamento dessa mesma gratificação através de estudos jurídicos a longo prazo com discussão do tema junto ao legislativo (Projeto de Lei); 
6) Reivindicamos o abono total dos dias paralisados, sem impacto sobre qualquer gratificação, mediante compensação das horas em prazo de até 120 dias e compromisso da gestão de que os médicos grevistas não serão transferidos de unidade de forma unilateral /ou infundada por um período de 12 meses.    
Contamos com o apoio de todos vocês para que assinem essa petição e pressionem os gestores públicos atenderem as reivindicações para o fim da greve de médicos da prefeitura do município.
Fontes:
https://www.facebook.com/uniaomedicos/

https://www.guarulhoshoje.com.br/2019/11/28/medicos-de-guarulhos-entrarao-em-greve-na-segunda-feira-diz-sindicato/

https://www.guarulhoshoje.com.br/2017/05/18/depois-de-15-dias-da-terceirizacao-pacientes-ainda-questionam-atendimento-do-hmu-hmca-e-policlinica/

https://www.clickguarulhos.com.br/2018/04/12/para-denunciar-problemas-na-saude-de-guarulhos-medicos-farao-ato-na-proxima-terca/

http://www.stapguarulhos.org.br/lermais_materias.php?cd_materias=2928&friurl=_-Sindicato-participa-de-protesto-em-defesa-do-HMUSUS-_#.XfbLhW5FzIV

 


Postado: 15 dezembro 2019 (Atualizado: 10 março 2020)