Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Parem com o extermínio de árvores no Rio de Janeiro!

Parem com o extermínio de árvores no Rio de Janeiro!

9,827 assinaram. Vamos chegar a 10,000
9,827 Apoiadores

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por Baía V. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Baía V.
começou essa petição para
Ministério Público Federal no Rio de Janeiro, Ibama, Inea, Prefeitura Municipal do RJ
Os abaixo assinados, MORADORES DE TODOS OS BAIRROS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, solicitam que os Ministérios Públicos Federal e Estadual, órgãos ambientais e a Prefeitura do Rio de Janeiro, através de uma ação coordenada e ouvindo a população carioca, efetivem ações urgentes de mitigação e compensação dos danos socioambientais causados pelas podas irregulares (letais) ou “podas assassinas”; que tem provocado o corte indiscriminado e desnecessário de árvores saudáveis, muitas delas centenárias, localizadas em vias públicas de TODOS OS BAIRROS DA CIDADE, com maior incidência nos bairros: Humaitá, Botafogo, Copacabana, Flamengo, Laranjeiras, Sta. Tereza, Jardim Botânico, Lagoa, Leblon, Tijuca, Penha, Barra, Recreio, Ilha do Governador e Paquetá, entre outros situados nas Zonas Norte e Oeste do Rio.O corte indiscriminado e ilegal das árvores afeta diretamente nossa qualidade de vida, e vem contribuindo para aumentar as “ilhas de calor” nos bairros cariocas, o que tem sido intensificado nos centros urbanos em função das intensas variações climáticas. Temos perdido a sombra nas ruas, as avifauna perde seus ninhos; perdemos a segurança da barreira acústica proporcionada pelas árvores; perdemos a beleza da paisagem (ecologia da paisagem), a natureza histórica do nosso município. Sem árvores nas ruas e quintais, teremos mais poluição, mais barulho e calor e adoecimento da população. Muitas das árvores que tem sido cortadas indiscriminadamente pela Prefeitura foram plantadas pelos próprios moradores(as) e seus filhos e netos e, por isso, tem um reconhecido valor afetivo para as suas comunidades!Para que o Rio de Janeiro seja efetivamente uma cidade mais sustentável, Exigimos que PREVIAMENTE à decisão de corte das árvores em nossos bairros, que os órgãos municipais sejam obrigados à apresentar aos moradores um estudo ambiental, paisagístico, que deve estar em sintonia com as diretrizes do Plano Municipal de Arborização Urbana. Mesmo nos casos emergenciais em que alguma árvore represente uma ameaça de tombar por estar doente ou representar riscos, a população precisa ser informada dos motivos do corte.Infelizmente, temos visto uma ilegal falta de transparência e publicidade das informações técnicas em relação a esta política pública que se insere no Direito à Cidade (Estatuto da Cidade aprovado pela Lei Federal no. 10.257/2001, Lei Orgânica municipal e Plano Diretor da Cidade do RJ): neste sentido, nos colocamos à disposição dos órgãos competentes para contribuir na mobilização e esclarecimento dos moradores(as) dos diversos bairros afetados.Para reverter este quadro de destruição da arborização urbana carioca e reparar os danos mencionados, solicitamos:

1. Divulgar de forma atualizada à população, através do site dos órgãos competentes (SMAC, FPJ e COMLURB), previamente aos cortes rasos, os relatórios técnicos relativos aos pedidos de poda e derrubada de árvores em cada bairro carioca e promover a reavaliação da real necessidade e de alternativas ao corte raso ouvindo a comunidade local;2. No caso de situações emergenciais, em que seja constatado pelo poder público que há riscos iminentes à vida e de destruição da infraestrutura urbana e/ou equipamentos públicos ou bens patrimoniais, que seja apresentado no ato do corte o respectivo laudo técnico que embasou esta decisão que deverá conter o nome, matrícula, registro profissional do técnico competente que autorizou esta atividade, assim como obrigatoriamente deverão ser fornecidas cópias desta documentação aos moradores interessados via whatsapp (no momento em que ocorrerá a poda) e estar disponível no site da SMAC, FPJ e COMLURB para consulta da população e eventualmente do Ministério Público;

3. Informar periodicamente, no site dos citados órgãos públicos, o cronograma de um Plano de capacitação técnica das equipes designadas pela COMLURB e/ou outros órgãos competentes para podas das árvores, assim como de eventuais empresas tercerizadas ou que sejam cadastradas para fazer poda privada em todo o território do município, tendo em vista que atualmente as mesmas estão sendo realizadas de forma arbitrária, sem critérios técnicos conhecidos pelos cariocas que tem reclamado, em diversos bairros, quanto à falta de publicidade e transparência sobre os critérios técnicos adotados pelo Poder Público;

4. Ampliar os investimentos no Plano Municipal de Arborização Urbana com o plantio de árvores de espécies permitidas e compatíveis com o paisagismo urbano do bairro e os projetos de recuperação das áreas degradadas e com riscos de deslizamentos (como o Projeto Mutirão Reflorestamento em funcionamento desde os anos 1990) para reduzir a poluição do ar e o impacto ambiental, com prioridade para os bairros com menor índice de arborização nas ruas e cobertura florestal;5. Garantir a presença de um profissionais com formação técnica durante o processo de poda, que atualmente é feito de forma irregular e sem critérios transparentes e garantia do acesso à informação pelos moradores, tornando-se letais para as árvores o que a população tem caracterizado como “podas assassinas”);

6. Criar aplicativo vinculado ao portal da Prefeitura do RJ na internet onde a população carioca possa por meio de seus celulares e redes sociais, fotografar e gravar as árvores existentes em seus respectivos bairros, ruas, parques e praças, desta forma estimulando a participação direta da cidadania junto ao Inventário das Árvores do Município do RJ, conforme já existe por ex. em Belo Horizonte (MG).  
Link: https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2018/07/04/interna_gerais,971322/bh-tem-mais-de-500-especies-de-arvores-segundo-inventario-da-pbh.shtml

No aguardo de rápidas providências, assinamos

-----------

Fonte:  

A saga da poda de árvores no Rio de Janeiro:

https://projetocolabora.com.br/ods11/a-saga-da-poda-de-arvores-no-rio-de-janeiro/

Moradores de Laranjeiras reclamam de podas de árvores mal feitas:

https://oglobo.globo.com/rio/bairros/moradores-de-laranjeiras-reclamam-de-podas-de-arvores-mal-feitas-24024797


Paisagem Urbana- os benefícios da arborização:

https://www.ibflorestas.org.br/a-paisagem-urbana

Mundo precisa de 1,2 trilhão de novas árvores para conter o aquecimento global, diz estudo:

https://g1.globo.com/natureza/noticia/2019/07/04/mundo-precisa-de-12-trilhao-de-novas-arvores-para-conter-o-aquecimento-global-diz-estudo.ghtml

Por que você deve valorizar as árvores de sua rua no verão:

https://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do-planeta/noticia/2015/10/por-que-voce-deve-valorizar-arvores-de-sua-rua-no-verao.html

33 motivos para plantar uma árvore
https://www.turmadaarvore.com.br/blog/33-motivos-para-plantar-uma-arvore





Postado (Atualizado )