Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
REJEIÇÃO ESTUDANTIL À NOVA MATRIZ CURRICULAR (UC's) IMPOSTA NA AGES PELO GRUPO ÂNIMA

REJEIÇÃO ESTUDANTIL À NOVA MATRIZ CURRICULAR (UC's) IMPOSTA NA AGES PELO GRUPO ÂNIMA

939 assinaram. Vamos chegar a 1,000
939 Apoiadores

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por Estudantes F. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Estudantes F.
começou essa petição para
Ministério Público
Nós, estudantes da Faculdade AGES ( https://ages.edu.br/), repudiamos a imposição da mudança de grade curricular, e instalação de nova matriz nos cursos da Instituição, sem participação estudantil, após a venda da Instituição para o grupo ÂNIMA educação (https://animaeducacao.com.br/).

ESCLARECEMOS os motivos para os estudantes serem contra a nova matriz imposta pelo grupo ÂNIMA EDUCAÇÃO:

1. Haverá redução de carga horária nos cursos, em alguns até o sexto semestre e em outros em todos os semestres e no entanto, não ocorrerá nenhuma redução na mensalidade.
Exemplos:
- Fisioterapia: redução de 500h, - Medicina: Redução de 876h,- Direito: Redução de 820h,- Eng. Civil: Redução de 300h, - Farmácia: Redução de 580h, - Administração: Redução de 500h - Psicologia: Redução de 50h - Pedagogia: Redução de 660 h - Enfermagem: Redução de 810h.

A nova grade, ainda que com a carga horária mínima exigida pelo MEC, é bem menor do que a comparada com várias faculdades de ponta no país, além de que não foi a matriz curricular acordada quando assinamos contrato no ingresso na instituição.

2. Haverá a implantação também de uma porcentagem de aulas onlines, pois a nova metodologia tem formato híbrido (uma parte no ambiente presencial e outra parte no ambiente digital), diminuindo o custo da instituição, e no entanto, não ocorrerá nenhuma redução na mensalidade.

Por consequência, igualmente, teremos menos acompanhamento dos professores e precisaremos estudar sozinhos muito além para poder englobar todo o conteúdo e não sair no prejuízo, contrastando com o que foi acordado contratualmente quando do ingresso dos discentes na referida Instituição de Ensino Superior.

3. As unidades curriculares (UC’S) na verdade são a junção de 3 "matérias", e é duvidável que um só professor seja capaz de dominar todos os conteúdos que anteriormente eram ministrados por 3 professores.

Exemplo: No curso de medicina que já foi implementada a mudança em 2020.1, e um só professor deu três matérias de uma unidade curricular. Os estudantes perceberam que o mesmo não dominava todos os conteúdos pois um biólogo não tem o conhecimento de uma matéria que deveria ser dada por um farmacêutico e assim por diante, causando prejuízo no aprendizado dos alunos que saíram com dúvidas das aulas.

4. Se um aluno quiser pegar uma ou duas matérias das que compõem a UC, ele terá duas opções:
- repetir toda UC (pagar assim pelo que já foi visto anteriormente).
- ou absorver a UC e complementar a “parte“ que não fez com cursos opcionais (aulas virtuais sem avaliações e sem frequência).

5. Os alunos que vieram de outra instituição e fizeram aproveitamento de disciplinas anteriormente a nova grade, pelo que nos foi informado terão que repetir o conteúdo de várias disciplinas já aproveitadas.

6. Disciplinas eletivas foram retiradas da matriz, como no curso de direito onde as disciplinas: Antropologia, Filosofia, Sociologia e Recursos Humanos não existirão mais e sua carga horária para quem já cursou ficará como extracurricular.


7. Não houve participação estudantil na criação e implementação dessa nova grade, os estudantes não foram ouvidos, não puderam dar sugestões e nem aprovaram a mudança. Ela foi imposta e pronto.


Por exemplo, no Regulamento de 2020, aprovado pela Diretora Elaine Rodrigues Ferreira Lima, da Faculdade AGES de Jacobina, determina na Seção V sobre o Colegiado de Curso (COLEC), artigo 39, parágrafo 2º que:

“§ 2º - O representante do corpo discente é indicado ao colegiado pelo coordenador de Curso ou, na sua inexistência, pelos representantes de turma do curso, para mandato de 2 (dois) anos, admitida a renovação da indicação, desde que regularmente matriculado no respectivo curso.“

Ou seja, quem deve escolher o representante estudantil são os estudantes ou o professor coordenador? Mais uma vez para ÂNIMA e AGES os estudantes não têm direito a voto e a nossa opinião não vale de nada.

8. A Ânima, que comprou a AGES, é uma empresa acionista e prevalece o lucro em suas mudanças na educação.

Exemplo: Fechamento da unidade da AGES de Jeremoabo, onde todos os alunos foram simplesmente transferidos, pois a unidade não era mais rentável para eles.

9. Mediante a redução de carga horária, a "junção de matérias em uma única unidade curricular (UC)" e implementação de parcela de carga horária virtual, houve e ainda haverá mais demissões de professores, simplesmente porque eles não serão mais necessários, o que irá diminuir também os gastos da faculdade.

10. Apesar de toda redução de carga horária, junção de matérias, demissão de professores, implementação de carga horária virtual não houve nenhuma redução nos valores das mensalidades.

Por tudo isso, assevera-se que muito embora as universidades possuam autonomia didático-científica, as alterações curriculares só prevalecem para aqueles que ingressarem na instituição após a alteração, devendo ser observada a grade curricular do momento em que o aluno se matriculou originariamente.

Pedimos, que a mídia e o Ministério Público nos auxiliem para que a ÂNIMA EDUCAÇÃO e a Faculdade AGES recuem nas mudanças para todos os alunos para que as mesmas sejam implementadas apenas para calouros de 2020.2.

Atenciosamente,

Alunos da Faculdade AGES de Jacobina, Senhor do Bonfim, Lagarto, Tucano, Irecê e Paripiranga.










Postado (Atualizado )