Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Diga sim para a Educação Inclusiva

Diga sim para a Educação Inclusiva

719 assinaram. Vamos chegar a 750
719 Apoiadores

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por Nosso O. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Nosso O.
começou essa petição para
Ong Nosso Olhar
Posicionamento a favor da inclusão.

É fundamental que a escola seja o ambiente que estimula
o aprendizado, o convívio com as diferenças, a vivência coletiva,
a autonomia, o respeito, a resolução de conflitos, a empatia,
a responsabilidade, a liberdade e o acesso de todos.

----------

Política Nacional de Educação Especial e suas barreiras
Nova política reforça o pensamento capacitista e abre espaço para a segregação.

Na quinta-feira (01 de outubro de 2020), o governo federal lançou a nova Política Nacional de Educação Especial (PNEE), que tem gerado muitos debates a respeito da educação inclusiva no Brasil. A nova política fere importantes avanços já conquistados ao longo dos últimos anos em eventos históricos, como a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, adotada pela ONU em 13 de dezembro de 2006, em reunião da Assembleia Geral.

A proposta apresenta muitos retrocessos, inclusive ao adotar o termo “especial”, diferenciando a pessoa com deficiência que é cidadã como todas as outras. Quando o assunto é educação e inclusão escolar, a proposta ignora anos de estudos, evidências comprovadas e descobertas fundamentais para a construção da política nacional adotada até aqui.

A socialização, a troca e o convívio com outros colegas são fundamentais para o desenvolvimento socioemocional da criança. Valoriza a diversidade, as vivências e uma aprende com a outra. Estar numa escola inclusiva dá a oportunidade de conviver com as diferenças, assim como é na sociedade, é um exercício de cidadania. É uma troca que beneficia todas as crianças. É importante essa igualdade de condições e adaptações de acordo com as necessidades, isso é a verdadeira inclusão.

É fundamental que a escola seja um ambiente para estimular o aprendizado, o convívio com as diferenças, a vivência do coletivo, a autonomia, o respeito, a resolução de conflitos, a empatia, a divisão, a responsabilidade, a liberdade e o acesso de todos.

Saiba mais: http://federacaodown.org.br/escola-inclusiva/









Postado (Atualizado )