Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Pela manutenção do espaço ampliado nas Feiras Ecológicas da Redenção

Pela manutenção do espaço ampliado nas Feiras Ecológicas da Redenção

2,132 assinaram. Vamos chegar a 3,000
2,132 Apoiadores

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por Katia A. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Katia A.
começou essa petição para
Prefeito Sebastião Melo
EXMO. SR. PREFEITO DE PORTO ALEGRE
SEBASTIÃO DE ARAÚJO MELO

*Pela manutenção de espaço ampliado nas Feiras Ecológicas da Redenção*

O novo formato das Feiras Ecológicas da Redenção (Feira dos Agricultores Ecologistas – FAE – e Feira Ecológica do Bom Fim - FEBF), com um dos lados da via da Av. José Bonifácio fechado ao trânsito de automóveis desde abril de 2020, tem se mostrado uma conquista para a cidade de Porto Alegre-RS. As duas unidades, juntas, representam o maior centro de comercialização de orgânicos a céu aberto da América Latina.

O maior distanciamento entre as bancas e o caminho livre para o fluxo de consumidores trouxeram conforto, segurança e novas potencialidades ao espaço, que acolhe milhares de clientes a cada sábado e é reconhecido pela Lei Estadual nº 15.296 como de relevante interesse cultural do Estado do Rio Grande do Sul.

Cabe ressaltar que a FAE é a primeira Feira Ecológica do Brasil e que o local recebe visitantes de todo o país e Exterior, sendo considerado um exemplo para outras cidades.

Diante do exposto, e cientes de que este pode ser um importante e positivo legado deixado pelo Poder Público para a Capital do Estado, nós, frequentadores que subscrevemos este documento, manifestamos respeitosamente nosso apelo pela manutenção deste formato mesmo após o término da vigência dos Decretos Municipais que tratam do regramento das feiras de alimentos neste período de pandemia por Coronavírus.

_Porto Alegre, RS, 17 de fevereiro de 2021_
Postado (Atualizado )