Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Contra o colapso do sistema de saúde de Curitiba e Araucária

Contra o colapso do sistema de saúde de Curitiba e Araucária

180 assinaram. Vamos chegar a 200
180 Apoiadores

Complete a sua assinatura

,
Avaaz.org protegerá sua privacidade. e te manterá atualizado sobre isso e campanhas similares.
Esta petição foi criada por SISMUC S. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
SISMUC S.
começou essa petição para
Prefeitura de Curitiba e de Araucária
O sistema de saúde está em colapso! Em Curitiba e em Araucária, os pacientes já estão demorando para conseguir atendimento, leitos, vagas na UTI e respiradores. E mesmo assim, o número de casos e de mortes cresce de forma assustadora dia após dia.

Os trabalhadores da saúde que estão na linha de frente estão adoecidos, sobrecarregados. Com a falta de leitos, a cada minuto fica mais próximo o momento em que eles terão que decidir entre quem vive e quem morre na espera por um respirador ou por uma vaga de UTI.

Já passou da hora de tomar medidas mais drásticas e urgentes para preservar a vida dos trabalhadores da saúde e dos usuários do sistema de saúde pública:

Pelo lockdown já, com garantia de renda mínima para a população! Porque se a população não parar de circular, mais pessoas irão morrer. Sabemos que a classe trabalhadora precisa de condições financeiras para ficar em casa e cuidar sua saúde, por isso, é responsabilidade do Estado dar condições adequadas para que os trabalhadores possam ficar em suas casas, evitando assim, o colapso no sistema de saúde.

Além disso, é necessário lutar por melhores condições de trabalho para aqueles que estão na linha de frente do combate à Covid-19, por isso, exigimos a contratação de servidores via concurso público! Já faltam profissionais de saúde para abertura de mais leitos e a verdade é que a falta de trabalhadores já vem de antes da pandemia e é só com a contratação via concurso público que a situação pode ser contornada e atendimento garantido.

E, para resolver a falta de leitos, exigimos a abertura de um hospital de campanha em Curitiba! Já ficou claro que a transformação das UPAs em hospitais de emergência é furada, porque as unidades não têm estrutura adequada para atendimento hospitalar e, enquanto isso, o atendimento de urgência e emergência fica prejudicado, os usuários não têm para onde ir, e as outras unidades ficam sobrecarregadas. A disputa por leitos não é só para Covid, mas também, para outras doenças que com o fechamento das UPAs, perderam espaço.

Contra a terceirização! A política de entregar a saúde pública nas mãos da iniciativa privada tem piorado as condições de acesso dos trabalhadores aos serviços de saúde pública. Agora, durante a crise causada pelo coronavírus, os governos têm agido por debaixo dos panos para buscar acelerar a terceirização do sistema de saúde. Mas, nós estamos atentos e não vamos entregar nossos direitos sem luta e resistência.

Assine e junte a nós na luta em defesa do sistema de saúde público e da classe trabalhadora!

Uma campanha dos sindicatos SISMUC e SISMMAC de Curitiba, SIFAR E SISMMAR de Araucária.









Postado (Atualizado )