Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Energia limpa, e barata para todos!

Energia limpa, e barata para todos!

5 assinaram. Vamos chegar a   100
5 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Maximo Rodrigues de S. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Maximo Rodrigues de S.
começou essa petição para
Presidente do Senado do Brasil,
Presidente da Camara de Dep. Federal do Brasil
O mundo esta cada vez mais poluído, e contaminado por gases poluentes, e venenosos dos combustíveis fósseis (Petróleo, Carvão)! E vazamentos de reactores nucleares! Precisamos tomar uma atitude URGENTE com relação a geração de energia limpa, e sustentável. Existe diversas formas de gerar energia limpa, (ecologicamente). E economicamente viável e mais barata. Basta que os nossos lideres políticos, e governos nacionais, e mundiais tomem uma decisão “POLÍTICA” de incentivar as indústrias NACIONAIS na fabricação de geradores, eólicos, e fotovoltaicos! Juntos podemos PRESSIONAR nossos lideres políticos para tomarem uma posição a favor das ENERGIAS limpas e renováveis!

Conheça os cinco países que mais ampliaram sua capacidade instalada de energia solar em 2012. Juntos, eles representaram quase dois terços do mercado global no ano passado, ou 21,3 GW.

1. Alemanha A maior economia da Europa manteve o papel de liderança no mercado global de geração de energia fotovoltaica em 2012. O país detém 31% do mercado global e é responsável por 44% da energia solar produzida na Europa – 32,411 GW da capacidade instalada no continente. O Pnuma indica que, em 2012, a rede elétrica alemã recebeu aporte de 7,6GW com a instalação de sistemas recém conectados. De acordo com a Epia, a nação teve uma taxa de crescimento constante por quase uma década e, atualmente, é o país mais desenvolvido neste setor em nível global. De toda a energia consumida pelos alemães, 5,5% é proveniente do sol.

2. China A China foi o país que mais investiu no setor em 2012, de acordo com Pnuma. Dos 67 bilhões de dólares investidos em energias renováveis no último ano, 24,7 bilhões foram para a energia solar. Desempenho que garantiu a segunda colocação no ranking de países com maior capacidade instalada em 2012, com 5,5 GW de potência gerada só no ano passado. No total, o país possui 8% da energia solar do mundo e gera 8,3 GW. No último ano, a nação asiática duplicou o número de investimentos em sistemas de pequeno porte (com até 1 MW) por meio de políticas de incentivo, com o objetivo de reduzir a dependência do carvão. Cerca de 300 MW de projetos de pequena escala foram aprovados com subsídios governamentais. O Pnuma ressalta que os três maiores projetos financiados possuem capacidade de 100 MW cada.

3. Itália Responsável por 16% da produção da energia solar mundial, a Itália foi o terceiro país em capacidade de geração a partir de novas instalações fotovoltaicas em 2012. No total, a capacidade instalada é de 16,3 GW da produção global. O país é o segundo do continente em desenvolvimento deste tipo de energia e responde por 20% de tudo o que é produzido na Europa. No que diz respeito ao abastecimento residencial e industrial, a Itália lidera, com 22% e 44%, respectivamente. Apesar dos números, Pnuma e Epia indicam que houve uma significativa queda na produção, no último ano. O mercado de instalação em 2010 gerou aproximadamente 5GW; em 2011, este número subiu para quase 7 GW; mas em 2012 caiu 53%. Os investimentos aplicados no setor atingiram 14,1 bilhões de dólares no último ano.

4. Estados Unidos Ao lado do Japão, os Estados Unidos são um dos precursores na implantação da tecnologia fotovoltaica para geração de energia solar. Apesar disso, o país é apenas o quarto colocado no ranking dos que mais investiram em 2012. No último ano, a capacidade instalada gerada no país ficou em 3,3 GW. Hoje, representa 7% do mercado global, com 7,7 GW de potência instalada. Em 2009, esta fatia era de 10% e, desde então, vem caindo. Segundo a Epia, a projeção é de que esta participação cresça a partir de 2013, com a implantação de novos parques solares. Além disso, alguns estados lançaram programas de incentivo em 2012 para apoiar a implantação de pequenas instalações. Segundo a Epia, analistas estimam que o mercado nos EUA deverá crescer 4 GW em 2013 e em torno de 30% ao ano até 2016.

5. Japão O quinto maior investidor em energia solar de 2012 teve um aumento de 56% nos investimentos em projetos de pequeno porte, somando 13,1 bilhões de dólares. Segundo o Pnuma, o aporte total, incluindo grandes projetos, foi 16 bilhões de dólares, 73% de aumento em relação ao ano anterior. O Japão responde por cerca de 7% do mercado mundial de energia solar, com capacidade para gerar 6,9 GW de potência. Segundo a Epia, o aumento de 2012 foi impulsionado pela necessidade de incentivar o investimento em energia renovável. Após o terremoto e o tsunami que atingiram a usina nuclear de Fukushima, em março 2011, o país passou a apostar em novas fontes de energia, capazes de superar a crise nuclear. Segundo a Epia, o apoio do governo japonês para a implementação destes sistemas é cerca de três vezes maior do que o oferecido pela Alemanha ou pela China.

Fonte:
http://noticias.terra.com.br/ciencia/sustentabilidade/energia-solar-veja-paises-com-maior-capacidade...