Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha: SOCIEDADE PEDE AMPLIAÇÃO DO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS VEADEIROS

Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha: SOCIEDADE PEDE AMPLIAÇÃO DO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS VEADEIROS

3,863 assinaram. Vamos chegar a   5,000
3,863 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Fundação MAIS Cerrado . e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Fundação MAIS Cerrado .
começou essa petição para
Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha
Unidade de Conservação no nordeste de Goiás, o Parque aguarda apenas a assinatura da Casa Civil para ter a área ampliada de 65 mil para 242 mil hectares

A Fundação MAIS Cerrado pede atenção especial ao ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, solicitando celeridade na assinatura da proposta de ampliação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, iniciativa fundamental para a conservação do bioma Cerrado.

Aprovada pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo Governo de Goiás, a proposta é uma iniciativa urgente para fortalecer a conservação do Cerrado, bioma que representa 22% do território brasileiro, é considerado a savana com a maior biodiversidade do planeta e corre sérios riscos de extinção.

Quem propõe a ampliação é o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), gestor de todas as unidades de conservação (UC) do Brasil. O Parque foi criado em 1961 com uma área original de 625 mil hectares e chamado de Parque Nacional do Tocantis, mas teve seu tamanho reduzido a 171 mil hectares em 1972, quando mudou de nome, e aos atuais 65 mil hectares em 1981, quando precisou abrir espaço para a construção da rodovia GO-239.

Você é um cyberativista do Cerrado!

Compartilhe essa mensagem usando as hashtags :
#‎AssinaCasaCivil‬
‪#‎SOSMaisCerrado‬

e vamos viralizar esse pedido de cuidado e conservação do nosso Cerrado!

Porque ampliar o Parque ?

Ampliar o Parque foi uma decisão baseada em estudos técnicos e consultas públicas à sociedade, inclusive comunidades locais, concluídos recentemente pelo ICMBio. Com o decreto presidencial assinado, a área atual será multiplicada quatro vezes e retomará seu espaço original, consolidando não só objetivos locais e nacionais de conservação, mas também o reconhecimento internacional, por meio do título de Patrimônio Mundial Natural.‪

A Fundação MAIS Cerrado sabe que ampliar o Parque significa mais compromisso com a conservação do Cerrado e está preocupada com a demora na assinatura da Casa Civil, já que a proposta tem aprovação tanto do Ministério do Meio Ambiente e quanto do Governo de Goiás.

Rica biodiversidade

Integrante da zona mais importante (a zona núcleo) da Reserva da Biosfera do Cerrado e do corredor ecológico Paranã-Pirineus, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros abriga ecossistemas importantes ou singulares, típico de cerrado de altitude, com grande variedade de vegetação, como campos rupestres, matas de galerias, matas ciliares, palmeirais, campos limpos, campos sujos e, com a ampliação, engloba também uma área de mata seca.

O parque nacional é refúgio de espécies ameaçadas (de extinção) ou endêmicas (que só existem no local), como o cervo-do-Pantanal, gato-do-mato, lobo-guará, gato-maracajá, pato-mergulhão, tamanduá-bandeira, codorna-buraqueira, tatu-canastra, águia-cinzenta, socó-jararaca e a onça pintada, maior mamífero carnívoro da América do Sul e incluído na lista de espécies da fauna brasileira em risco de extinção.

Alguns desses animais, como a onça-pintada, necessitam de grandes áreas para a sua sobrevivência. Há uma atenção especial para o pato-mergulhão, severamente ameaçado, que encontra nessa região seu segundo habitat em importância, em termos de nidificação, para garantir sua sobrevivência.

#AssinaCasaCivil
#SOSMaisCerrado
‪#‎FundacaoMAISCerrado‬