Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Todo e qualquer cidadão do Estado de São Paulo: Mobilização para criação do Parque do Autódromo de Interlagos

Todo e qualquer cidadão do Estado de São Paulo: Mobilização para criação do Parque do Autódromo de Interlagos

252 assinaram. Vamos chegar a   1,000
252 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por Candido F. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
Candido F.
começou essa petição para
Todo e qualquer cidadão do estado de São Paulo
Autódromo de Interlagos: Prédios ou Parque? Parque. Cândido Malta Campos Filho. Professor Emérito FAU USP Quando escrevi para o Estadão artigo com o titulo “Interlagos ou interprédios” expus o que está em jogo: o futuro dos mananciais da Billings e Guarapiranga. A sua capacidade de suporte da poluição difusa de ser diluída em suas águas é limitada. Na verdade cada vez menor, devido à redução paulatina da lâmina de água que resulta do depósito de barro no fundo das represas, trazido pelas enxurradas, provocadas pelas chuvas, vindo dos novos loteamentos que vem sendo abertos e das ocupações urbanas que sejam toleradas e depois anistiadas. Assim a continuidade desse processo sem que se defina um limite por adequado planejamento de cenários futuros por modelos matemáticos que leve em conta essa intoxicação crescente de suas águas, em curso, que não é eliminada pelo melhor tratamento de esgotos que se implante, levará a perda inexorável desses dois preciosíssimos mananciais: o da Billings e o da Guarapiranga. Que atendem hoje mais de 3 milhões de habitantes. Ora: o que significa gerar um polo imobiliário gigantesco dentro do Autódromo de Interlagos que se situa na boca das duas bacias hidrográficas dos citados mananciais? Não só a destruição do ambiente urbano. Será a alavanca que vai impulsionar o adensamento urbano destruidor final desses insubstituíveis mananciais. Ainda mais se for implantado na cabeceira dos mesmos mananciais, na região de Parelheiros, um alternativo Aeroporto Internacional, pelo esgotamento de Guarulhos, como está pretendendo um potente grupo imobiliário. A despeito da proibição atual, pela legislação estadual e municipal de proteção dos citados mananciais. E que para isso terão que ser anuladas. Primeiro tentam implantar um polo no inicio dos mananciais, no autódromo. Na sequência um polo ainda maior na cabeceira dos mananciais: um aeroporto internacional. Ai não haverá quem segure o adensamento de toda a região dos mananciais. Portanto o que está em jogo é muita coisa. Talvez possamos definir que a jogada especulativa em curso, seja a maior jamais tentada em toda a história da cidade. Com ela serão perdidos água potável para mais de 3 milhões de habitantes e a maior área de lazer metropolitana: nosso mar e praias planaltinas. Por isso, se oponha a esse processo, impedindo no nascedouro essa gigantesca operação urbana especulativa, apoiando a transformação da área do Autódromo de Interlagos em Parque Municipal, mantendo-o intacto.