Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK
Apoiem as Garotas Afegãs
Apoiem as Garotas Afegãs

Aos Talibãs e aos líderes de todo o mundo:

Há um mês, os Talibãs fecharam as portas da escola a milhões de meninas afegãs -- roubando-lhes não só a educação, mas também o seu futuro.

O Afeganistão é agora o único país do mundo que proíbe a educação de meninas. Líderes de todo o mundo devem tomar medidas urgentes e decisivas para que todas as meninas afegãs regressem à escola.
  • Às autoridades Talibãs, vocês garantiram ao mundo que respeitariam os direitos das meninas e das mulheres — mas manter as escolas fechadas nega a milhões de garotas o seu direito de aprender. Revertam a proibição de educação das garotas e reabram imediatamente as escolas das meninas.
  • Aos líderes das nações do G20, discutir a importância da educação não é suficiente. Usem a Declaração dos Líderes do G20 para apelar aos Talibãs para permitirem que as meninas frequentem a escola e forneçam financiamento urgente para apoiar um plano coordenado de educação a todas as crianças afegãs.
  • Aos líderes dos países muçulmanos, a religião não justifica que se impeça meninas de irem à escola. Deixem isso claro aos líderes Talibãs, emitindo declarações públicas sobre a obrigação prevista no Islã que prevê a educação completa de meninas.
Quanto mais tempo uma menina fica fora da escola, menos provável é que regresse. Junte-se a nós no apelo aos líderes de todo o mundo para defenderem o direito das meninas afegãs de aprender e de liderar.


Atenciosamente,

Zarqa Yaftali, Malala Yousafzai, Shaharzad Akbar

A vencedora do Nobel da Paz, Malala Yousafzai, e os defensores dos direitos da mulher, Zarqa Yaftali e Shaharzad Akbar, acabam de fazer um apelo aos líderes para que urgentemente permitam que milhões de meninas afegãs voltem à escola. 

Vamos todos juntar-nos a eles -- assine agora a carta aberta::
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Assinaturas recentes

Aos Talibãs e aos líderes de todo o mundo:
" Há um mês, os Talibãs fecharam as portas da escola a milhões de meninas afegãs -- roubando-lhes não só a educação, mas também o seu futuro.

O Afeganistão é agora o único país do mundo que proíbe a educação de meninas. Líderes de todo o mundo devem tomar medidas urgentes e decisivas para que todas as meninas afegãs regressem à escola.
  • Às autoridades Talibãs, vocês garantiram ao mundo que respeitariam os direitos das meninas e das mulheres — mas manter as escolas fechadas nega a milhões de garotas o seu direito de aprender. Revertam a proibição de educação das garotas e reabram imediatamente as escolas das meninas.
  • Aos líderes das nações do G20, discutir a importância da educação não é suficiente. Usem a Declaração dos Líderes do G20 para apelar aos Talibãs para permitirem que as meninas frequentem a escola e forneçam financiamento urgente para apoiar um plano coordenado de educação a todas as crianças afegãs.
  • Aos líderes dos países muçulmanos, a religião não justifica que se impeça meninas de irem à escola. Deixem isso claro aos líderes Talibãs, emitindo declarações públicas sobre a obrigação prevista no Islã que prevê a educação completa de meninas.
Quanto mais tempo uma menina fica fora da escola, menos provável é que regresse. Junte-se a nós no apelo aos líderes de todo o mundo para defenderem o direito das meninas afegãs de aprender e de liderar.


Atenciosamente,

Zarqa Yaftali, Malala Yousafzai, Shaharzad Akbar
"
Signatários:

Ziauddin Yousafzai, cofundador, Malala Fund
Pashtana Durrani, cofundadora, LEARN
Mohammad Rahim Jami, Responsável Sênior de Campanhas e de Advocacy, WBRAO
Somaya Faruqi, Capitã, Afghan Girls Robotics Team
Roya Mahboob, cofundadora, CEO, Digital Citizen Fund

Compartilhe nas redes