Europa: pare a matança de elefantes!

Para o Comissário do Meio Ambiente Europeu Karmenu Vella; aos Ministros do Meio Ambiente Europeus e todos os países-membros da CITES:

Nossos elefantes estão passando por uma crise e podem ser extintos da face da Terra sob nossos olhos. Como cidadãos globais, pedimos que V. Exas encerrem os comércios domésticos de marfim, apoiem a proibição total deste produto que está alimentando a caça desenfreada, e listem os elefantes africanos no Apêndice Um da classificação CITES para dar a estes animais o máximo de proteção jurídica disponível, sem reservas ou exceções. Juntamente com estes passos que V. Exas devem seguir, pedimos o aumento dos esforços para combater o comércio ilegal de marfim.

Preencha o seu email:
Por favor acione o Javascript para uma performance melhor desta página
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e manter você informado sobre esta e outras campanhas semelhantes.
Blurb_campaign20228 PostActionContent

A cada 15 minutos, um elefante é brutalmente morto por causa do marfim de suas presas. Neste ritmo, eles desaparecerão para sempre em poucos anos. Estamos perto de conseguir a proibição global do comércio de marfim, mas a Comissão Europeia acaba se opor a essa ideia!

É de partir o coração: em algumas regiões, estas criaturas magníficas e sensíveis têm tanto medo dos humanos que só saem à noite. Filhotes, em luto, recusam-se a deixar os corpos brutalizados de suas mães. E agora, 29 países africanos alertaram que, se a Europa continuar se esquivando, isso pode significar a extinção dos elefantes. Temos que ajudá-los.

Uma conferência sobre o tema acontecerá muito em breve, e nela poderemos proibir de uma vez o comércio de marfim global. Há sinais de que a França e a Alemanha poderiam se rebelar contra a sentença de morte aos elefantes imposta pela União Europeia. Representantes de governos africanos entregarão nossa petição durante suas principais reuniões, usando nosso apelo global para conquistar mais apoio à proibição. Assine agora para salvar os elefantes e compartilhe com todos que você conhece.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: