Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK

É hora de lutar por justiça tributária

Para George Osborne, Ministro das Finanças do Reino Unido; Loretta Lynch, Procuradora Federal dos Estados Unidos; outros ministros e procuradores:

Documentos publicados em todo o mundo mostram como o HSBC ajudou criminosos e super-ricos a esconderem dinheiro e sonegar impostos, deixando o resto de nós a pagar por serviços públicos. Exigimos que os senhores investiguem e processem os banqueiros que facilitaram a sonegação fiscal e seus clientes que enriqueceram às nossas custas, e fortaleçam as leis fiscais para impedir que isso aconteça novamente.

Preencha o seu email:
Por favor acione o Javascript para uma performance melhor desta página
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Assinaturas recentes

O banco HSBC foi pego com a boca na botija ajudando alguns dos super ricos do mundo a sonegar impostos. Uma pessoa comum estaria presa, mas os governos estão tratando estas pessoas como se fossem poderosos demais para ir para a cadeia. Vamos mostrar que elas não são nada disso.

No mundo todo, são perdidos US$ 3 trilhões por ano para a evasão de impostos: o bastante para acabar com a pobreza extrema mundial várias vezes. Este é o maior vazamento de informações da história das operações bancárias. Se não aproveitarmos agora a ocasião para exigir punição, pode ser que nunca tenhamos outra chance como esta.

George Osborne, Ministro da Fazenda do Reino Unido, está às vésperas de encarar uma eleição, enquanto nos Estados Unidos, a Procuradora-Geral Loretta Lynch deve ser confirmada para o novo cargo em breve. Ambos são sensíveis à opinião pública neste momento. Portanto, um milhão de assinaturas, entregues por meio de anúncios e pelas mãos de parlamentares, poderia fazer com que investiguem e processem os culpados e emitirá uma mensagem forte à elite sonegadora de impostos: ninguém é tão poderoso que não pode ser preso!

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: