Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK

Arábia Saudita: Salve Ali da decapitação e crucificação!

Ao presidente Obama, ao primeiro-ministro Cameron, à chanceler Merkel, oficiais da ONU e todos os líderes mundiais:

A Arábia Saudita está prestes a decapitar um rapaz de 21 anos de idade e crucificá-lo em praça pública. De acordo com especialistas em direitos humanos, a confissão foi extraída sob tortura e a condenação aconteceu quando o jovem ainda era menor de idade, o que é proibido. Pedimos a V. Exas que exijam que a Arábia Saudita suspenda a execução e, em seguida, desafiem a nomeação do país no painel do Conselho de Direitos Humanos da ONU. O mundo deve assegurar que a supervisão dos direitos humanos não esteja nas mãos de governos com históricos de abuso.

Preencha o seu email:
Por favor acione o Javascript para uma performance melhor desta página
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Assinaturas recentes

A Arábia Saudita está prestes a decapitar um rapaz de 21 anos de idade e crucificá-lo em praça pública. Este mesmo país acaba de ser escolhido para chefiar um painel do Conselho de Direitos Humanos da ONU. Seria cômico se não fosse trágico!

Preso aos 17 anos, Ali Mohammed al-Nimr foi torturado e condenado à prisão por participar de manifestações contra o governo. O caso do jovem, porém, não é uma exceção no país: apenas neste ano, a Arábia Saudita já condenou à morte mais de cem pessoas, o que significa uma execução a cada dois dias.

A França exige que o país suspenda a execução de Ali, e os Estados Unidos, a Alemanha e o Reino Unido também mantêm relações muito próximas com o regime. Portanto, a melhor maneira de fazer alguma coisa pelo jovem é canalizar nossa indignação para os líderes destes países, e fazê-los pressionar os aliados sauditas. Basta assinar agora para ajudar a salvar Ali, que pode ser decaptado a qualquer momento.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: