Update your Cookie Settings to use this feature.
Click 'Allow All' or just activate the 'Targeting Cookies'
By continuing you accept Avaaz's Privacy Policy which explains how your data can be used and how it is secured.
Got it
We use cookies to analyse how visitors use this website and to help us provide you the best possible experience. View our Cookie Policy.
OK
BASTA DE CRUELDADES!! 
A Câmara Municipal da Praia tem que deixar de matar os cães

BASTA DE CRUELDADES!! A Câmara Municipal da Praia tem que deixar de matar os cães

7,612 have signed. Let's get to  10,000
7,612 Supporters

Close

Complete your signature

,
By continuing you agree to receive Avaaz emails. Our Privacy Policy will protect your data and explains how it can be used. You can unsubscribe at any time.
This petition has been created by Maria Zsuzsanna F. and may not represent the views of the Avaaz community.
Maria Zsuzsanna F.
started this petition to
Presidente da Câmara Municipal da Praia/Presidente da Assembleia Municipal da Praia
Na foto, um cão está a ser botado no carro do lixo como um lixo!

A Câmara Municipal da Cidade da Praia, Cabo Verde, prefere torturar e matar os cães a fazer aliança com a sociedade civil. Os cães são apanhados com crueldade, alguns já sofreram até fraturas abertas de osso no processo de captura! Os cães são transportados à lixeira onde são mantidos em condições horríveis durante 24 a 48 horas. Se neste período ninguém os reclamar são eletrocutados.  A eletrocussão é internacionalmente proibida por convenções internacionais dos quais Cabo Verde faz parte. A eletrocussão é proibida porque causa extremo sofrimento aos animais. No ânus dos animais, muitas vezes totalmente molhados e colocados dentro de uma caixa metálica, é introduzido um cabo com 380 Volts. As veias do cão se rebentam, os músculos se convulsionam e até os ossos muitas vezes quebram de tanta convulsão. O cão está consciente durante todo este processo que pode durar vários minutos antes da morte.  A Câmara Municipal da Praia  (CMP) celebrou em 19 de Maço de 2018 com o Movimento Civil para as Comunidades Responsáveis (MCCR) um protocolo que estabelece um método eficaz para a gestão ética da população canina, sem matar os animais ou causar-lhes qualquer sofrimento, providenciando cuidados e educando a população para a posse responsável do cão. O MCCR já entregou o projeto à CMP e se propôs a reforçar a capacidade de esterilização existente na cidade e canalizar os fundos necessários para a esterilização massiva dos cães. A Câmara Municipal da Praia não respeitou o acordo e prefere torturar e matar os cães. A CMP anuncia publicamente uma política de gestão ética e pratica outra, a da tortura e a morte. Os munícipes que querem contribuir para o bem comum, tomam conta dos animais que vivem nas ruas e investem seus próprios recursos na esterilização, desparasitação e alimentação dos mesmos, acabam por ser penalizados com coimas se quiserem salvar a vida do cão que cuidam e amam. Se o munícipe não pagar 3000 CVE à Câmara Municipal o cão apanhado tem como destino certo a eletrocussão. Acresce ainda que esta coima é ilegal, além de ser a punição dos que estão a contribuir para mudar a situação através de métodos éticos.  PROTESTAMOS CONTRA AS PRÁTICAS da CMP e exigimos: 
  1. Seja implementado e respeitado o protocolo celebrado entre a CMP e o MCCR e introduzida em parceria com a sociedade civil a gestão ética da população canina, seguindo as boas práticas internacionais, sem causar a morte ou o sofrimento a nenhum animal, esterilizando os cães, promovendo a sua adoção individual e comunitária e implementar um vasto programa de educação para a posse responsável do cão;
  2. Seja substituída toda a equipa - vereador, diretores e técnicos que trabalham atualmente com o a gestão da população canina e nomeada uma nova equipa - vereador, diretor e técnicos, que garanta a implementação do protocolo assinado com o MCCR, em conformidade com as práticas e convenções internacionais subscritas por Cabo Verde que está obrigado a cumprir;
  3. Seja garantida a esterilização contínua e a preço justo ou mesmo gratuitamente.

Posted: 8 June 2019 (Updated: 5 August 2019)