Update your Cookie Settings to use this feature.
Click 'Allow All' or just activate the 'Targeting Cookies'
By continuing you accept Avaaz's Privacy Policy which explains how your data can be used and how it is secured.
Got it
We use cookies to analyse how visitors use this website and to help us provide you the best possible experience. View our Cookie Policy .
OK
Ajude a defender Sérgio Soares de perseguição política e a combater o assédio moral

Ajude a defender Sérgio Soares de perseguição política e a combater o assédio moral

1 have signed. Let's get to
50 Supporters

Close

Complete your signature

,
By continuing you agree to receive Avaaz emails. Our Privacy Policy will protect your data and explains how it can be used. You can unsubscribe at any time. If you are under 13 years of age in the USA or under 16 in the rest of the world, please get consent from a parent or guardian before proceeding.
This petition has been created by David C. and may not represent the views of the Avaaz community.
David C.
started this petition to
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
CAIXA quer calar ativista através de processo disciplinar injusto . Ajude a defender Sérgio Soares da perseguição política e a combater o assédio moral.
Sérgio Soares é funcionário de carreira da CAIXA há 32 anos. Trabalha na Agência Guaianases, na Zona Leste de São Paulo. Já foi diretor da Associação de Pessoal da CAIXA de SP (APCEF SP), do Sindicato dos Bancários de Guarulhos e da Federação Estadual dos Trabalhadores das Empresas de Crédito de São Paulo (FETEC SP). Ele é amplamente reconhecido pela sua luta em defesa dos direitos de trabalhadores bancários. Numa cidade em que 32% da população é negra, Sérgio Soares é membro de uma minoria na CAIXA, onde ainda há poucos funcionários negros e negras.
A CAIXA está tramitando um absurdo processo disciplinar que pode até puni-lo com demissão, acusando-o de ter “dolosamente” agido para “prejudicar a imagem da CAIXA e de agente público da CAIXA”. As provas que a CAIXA apresenta são: 1) um compartilhamento no Facebook de postagem com denúncia de assédio moral, originada por página do movimento independente AgoraÉParaTodos, e 2) a postagem de um vídeo exigindo que as entidades sindicais auxiliassem na garantia de condições sanitárias de trabalho durante a onda da variante Ômicron da COVID 19.
Para qualquer pessoa que leia o conteúdo da postagem - que sequer foi escrita por Sérgio Soares -, ou assista ao vídeo gravado por ele, fica claro que a CAIXA busca intimidação. Os executivos da CAIXA que provocaram o processo disciplinar tentam calar o movimento sindical. Diante de denúncias de assédio moral, a empresa, em vez de coibir a prática ilegal de alguns gerentes e superintendentes, intimida os denunciantes com suas armas administrativas.
O que prejudica a imagem da CAIXA é a insuficiência de empregados para atendimento (seja por adoecimento ou falta de contratações). O que tem prejudicado a CAIXA é a cobrança de metas inatingíveis de vendas de capitalização e seguros em plena pandemia, enquanto as filas alongam-se. Por fim, o que tem desvalorizado a CAIXA é a política de Bolsonaro para a empresa, resultando perda de participação de mercado desde o primeiro dia do governo. Contra tudo isso e pela pujança da CAIXA 100% PÚBLICA, os movimentos associativos dos trabalhadores lutam – e o processo disciplinar em questão quer reprimi-los.
Abaixo assinados, exigimos que a CAIXA anule imediatamente o processo disciplinar civil em que, injustamente, se acusa o ativista negro e trabalhador da CAIXA Sérgio Soares. Exigimos também que a empresa apure as denúncias de assédio moral no prazo determinado pelo Acordo Coletivo de Trabalho e tome providências no sentido de extirpar a prática na CAIXA .
Posted (Updated )