By continuing you accept Avaaz's Privacy Policy which explains how your data can be used and how it is secured.
Got it
We use cookies to analyse how visitors use this website and to help us provide you the best possible experience. View our Cookie Policy.
OK
Presidência da República e Ministério da Saúde: cancele a permissão para pulverização aérea de agrotóxicos nas cidades

Presidência da República e Ministério da Saúde: cancele a permissão para pulverização aérea de agrotóxicos nas cidades

19,491 have signed. Let's get to  20,000
19,491 Supporters

Close

Complete your signature

,
By taking action you agree to receive Avaaz emails. Our Privacy Policy will protect your data and explains how it can be used. You can unsubscribe at any time.
This petition has been created by Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela V. and may not represent the views of the Avaaz community.
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela V.
started this petition to
Presidência da República,
Ministério da Saúde
ATUALIZAÇÃO
O presidente interino Michel Temer, contrariando especialistas e a sociedade civil, aprovou a MP e sancionou a Lei 13.301, que inclui a pulverização aérea como método de combate ao mosquito da dengue. A decisão agora está no Ministério da Saúde, a autoridade sanitária que será responsável por regulamentar este parágrafo.

Precisamos agora pressionar para cancelar este absurdo!

---

Aproveitando-se do surto de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegytpi, a bancada ruralista inseriu uma emenda à medida Provisória 712/2016, que trata das ações de controle de doenças, para permitir o uso de aviões agrícolas nas cidades.

Como se já não bastasse sermos envenenados todos os dias pela comida, ruralistas pretendem faturar ainda mais às custas da nossa saúde. Não é à toa que o maior incentivador da proposta é o SINDAG, que representa a indústria de aviação agrícola, e está comemorando a "boa notícia".

Além de perigoso para a saúde, o controle de vetores com base na aplicação de inseticidas tem se mostrado ineficaz, induz resistência nos mosquitos e pode causar danos à saúde humana. Os produtos pertencem, principalmente, ao grupo dos piretróides e organofosforados que tem impacto sério sobre a saúde.

Saiba mais:
  • Nota da Abrasco condenando a pulverização em cidades: http://e.eita.org.br/pulverizacaoarea2
  • Nota do Ministério da Saúde alertando para os perigos da pulverização aérea nas cidades: http://e.eita.org.br/pulverizacaoarea
  • Filme Pontal do Buriti, que relata a intoxicação de crianças após serem atingidos por uma chuva de venenos: https://www.youtube.com/watch?v=qHQdWwZcGlg