Roupas que matam

Para Marco Airoldi, presidente da Benetton:

Em um dos piores acidentes industriais do século XXI, milhares de trabalhadores de fábricas de confecções do Rana Plaza foram soterrados enquanto fabricavam roupas para algumas das empresas mais ricas do mundo. Até agora, todas as principais empresas multinacionais com ligações confirmadas com a fábrica contribuíram com o esquema de indenizações para as vítimas de Rana Plaza – exceto a Benetton. Como cidadãos do mundo, pedimos que a Benetton participe deste esquema para que os sobreviventes deste desastre horrível recebam o valor total da indenização.
 
Você já é um apoiador da Avaaz? só precisa preencher seu email e clicar "Enviar"
Primeira vez aqui? Por favor preencha o formulário.
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e lhe manter atualizado sobre essa e outras campanhas semelhantes.

Em 90 segundos, um prédio de oito andares onde funcionavam confecções desmoronou em Bangladesh. 1.134 pessoas morreram. Alguns sobreviventes serraram o próprio corpo para escapar. Diante do horror, a ONU montou um esquema inédito de indenizações e de responsabilização corporativa que, por incrível que pareça, está funcionando. Mas os sobreviventes precisam de ajuda para fazer com que uma das empresas pague o que deve.

A gigante bilionária Benetton, fabricante italiana de roupas, recusa-se a indenizar as vítimas que costuraram para eles. É a única marca internacional com vínculos inquestionáveis com o acidente que ainda não pagou. Até agora, a empresa tem ignorado os sobreviventes e pode se livrar da responsabilidade a menos que sua reputação sofra um impacto. É aí onde entramos.

A Benetton está se preparando para a Semana de Moda de Milão. É o evento mais importante do mundo da moda na Itália e nossa chance de criar um escândalo publicitário que não poderá ser ignorado. Clique para exigir que a Benetton pague agora e respeite o esquema de indenizações. Ao conseguirmos um milhão de assinaturas, vamos envergonhá-la em um ação espetacular que não vai passar em branco no meio da semana de moda. Assine agora.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: