Pelo fim da epidemia de estupros

Ao primeiro-ministro indiano Narendra Modi:

600 milhões de mulheres e garotas estão em perigo na Índia. Como cidadãos do mundo, unimos nossas vozes às vozes do povo indiano para exigir medidas urgentes das autoridades do país, com o intuito de acabar com essa epidemia de estupros. Pedimos que V. Exa adote o plano exemplar e compreensivo descrito no Womanifesto e faça de seu país um lugar seguro para todos os cidadãos.
 
Blurb_campaign9376 PostActionContent

Preciso de sua ajuda. Na Índia, duas adolescentes foram enforcadas em uma árvore após terem sofrido um brutal estupro coletivo na porta de casa, e um ministro do governo simplesmente respondeu aos protestos dizendo que estupro "é um crime social… às vezes é certo, às vezes é errado".

Isso é nojento! Mas esse não é um caso isolado. Eu mesma já fui atacada na frente de policiais de alto escalão e nada foi feito. Eu conheço o sistema, e ele tem fracassado com as mulheres da Índia. Mas acredito que podemos mudar isso juntos.

O novo líder do meu país foi eleito com a promessa de reconstruir a cidade sagrada de Varanasi, sua base eleitoral, e torná-la um grande pólo turístico. Se fizermos um apelo global de milhões de vozes pela proteção das mulheres e inundarmos a cidade do primeiro-ministro Modi com anúncios publicitários da nossa campanha, ele será forçado a fazer algo para manter seu eleitorado satisfeito e salvar suas ambições de turismo.

Uma campanha com anúncios publicitários como essa nunca aconteceu na Índia. Mas estamos falando de uma crise nacional que exige ações drásticas. Assine agora – vamos juntar 2,5 milhões de assinaturas e exigir que Modi proteja as garotas e mulheres da Índia.

Alaphia Zoyab, coordenadora de campanhas da Avaaz

Leia mais sobre o Womanifesto aqui (em inglês).

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: