Clique em Configurações de Cookies  para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os  'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK

Chevron na Amazônia: Limpe Já!

Para John Watson, o novo CEO da Chevron:
Pedimos à Chevron que demonstre um compromisso genuino com as questões ambientais e respeito aos direitos humanos em todas as suas atividades. Ao invés de fazer lobby para se esquivar de suas obrigações, a Chevron deverá se responsabilizar pelos seus atos: limpar o seu rastro tóxico no Equador, compensar comunidades afetadas pelos estragos causados às suas vidas e ao meio ambiente, e adotar medidas similares ao redor do mundo para impedir tragédias como esta.

Assine a petição:
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Chevron na Amazônia: Limpe Já!

A Chevron, empresa gigante do petróleo, está diante de uma possível derrota em um processo contra a população da Amazônia Equatoriana. Os indígenas buscam responsabilizar a empresa por bilhões de galões de material tóxico despejados na floresta.

Mas a multinacional lançou uma campanha de lobby como último recurso para abafar o processo.

Empresas poluidoras precisam ser responsáveis pelos seus atos. O novo chefe executivo da Chevron, John Watson, sabe que a marca da empresa está ameaçada - vamos fazer a nossa parte gerando um clamor da opinião pública. Assine a petição abaixo pedindo que a Chevron limpe seu rastro tóxico, ela será entregue direto para a sede da empresa, seus acionários e a mídia dos Estados Unidos!

Compartilhe nas redes