Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies .
OK

Crise Financeira Global: Vamos Agir!

Crise Financeira Global: Vamos Agir!:

Para líderes da Europa, Estados Unidos e do mundo: Pedimos sua liderança para consertar as principais falhas e brechas que causaram a crise financeira global. Entre eles o problema dos empréstimos de alto risco, dívidas, incentivos e transparência. Contamos com o seu esforço para proteger o interesse público através de regulamentações mais fortes abrangendo todas as partes do sistema financeiro global. Tome iniciativas ousadas e nós os apoiaremos.

Preencha o seu email:
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Crise Financeira Global: Vamos Agir!
Fotografia: Boris Roessler/EPA

A crise financeira dos Estados Unidos vai ter um impacto sobre a economia de todo o planeta. Depois de coletar grandes lucros por décadas, as grandes instituições monetárias foram à falência, deixando uma dívida de bilhões de dólares que será paga pelos cofres públicos. Ou seja, o prejuízo das grandes agências monetárias está sendo repassado para a população, ameaçando seus empregos, economias, pensões e os serviços públicos.

Não podemos permitir que os financiadores comprometam a estabilidade econômica de milhões de pessoas do mundo todo. O interesse público deve ser colocado acima dos interesses do mercado. Precisamos de regulamentações de mercado mais fortes para monitorar as ações das instituições financeiras que buscam um lucro rápido às custas da população. Nossa campanha será entregue para líderes europeus pelo Ex-Primeiro Ministro da Dinamarca nesta terça-feira. E depois será levada para o Congresso dos Estados Unidos.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: